domingo, 31 de março de 2013

Antepasto de Berinjela


Aprendi esta receita de berinjela em conserva, deliciosa e facílima de fazer, com o chef Ricardo. Simpático e muito charmoso, ‘Ricardô’ apresenta um programa muito descontraído no canal francês TV5. Para quem quiser conferir suas receitas com calma, vale a pena visitar o site do cozinheiro canadense (ricardocuisine.com), onde há links para seu programa de TV, e para assinar sua revista. Após preparar e acondicionar a conserva, você pode servi-la como acompanhamento no almoço, ou nos lanches.

Ingredientes

- 3 berinjelas grandes
- vinagre de vinho branco, ou de arroz
- 2-3 colheres (sopa) açúcar mascavo
- sal
- pimenta-do-reino preta em grãos
- azeite de oliva extra-virgem
- vidros de conserva esterilizados

Como Fazer

Descasque as berinjelas, corte-as ao meio na transversal, depois em fatias longitudinais e por último, em tiras não muito finas.

Coloque a berinjela cortada dentro de uma panela grande, com um pouco de água e vinagre (1/2  xíc. de vinagre mais ou menos), e sal a gosto. Coloque 2 ou 3 c.s. de açúcar mascavo, dependendo se gostar do legume mais ou menos adocicado.

Cozinhe em fogo médio-baixo, mexendo de vez em quando, e removendo a espuma que pode se formar. Quando a berinjela começar a ficar translúcida, prove para ver se está cozida, mas ‘al dente’ (uns 15 min. de cozimento).

Tire do fogo, escorra bem.

Coloque alguns grãos de pimenta (ou se preferir uma conserva mais apimentada, pimenta vermelha) dentro de um vidro (previamente esterilizado).

Passe a berinjela cozida para o vidro, cubra com bastante azeite de oliva (o azeite irá ajudar a conservar, além de dar sabor e suculência), feche bem. Sirva em seguida, ou guarde para consumir ao longo da semana.

quarta-feira, 27 de março de 2013

Bacalhau na Semana Santa


Tenho postadas muitas receitas de pratos com bacalhau... Clique nos links e escolha a sua favorita.
Boa Páscoa!

 
 
 
 
 
 
Salada de Bacalhau e Batatas








 
 
 
Bacalhau ao Molho de Tomates










 
 
 
 
 
Salada de Bacalhau

Torta de Aipim Amarelo e Abóbora


Torta, escondidinho, chame como quiser, o que importa é que este prato fica uma delícia. É o tipo de receita tradicional, mas que nunca cansa o paladar. E os ingredientes podem variar de acordo com o que estiver disponível na despensa, ou ao gosto do freguês. Esta semana resolvi combinar o aipim amarelo com a abóbora, e o resultado foi um sucesso! Escolha o tempero da carne que mais lhe agradar; como optei por usar a pimenta síria, deixei outras ervas aromáticas de lado, para não criar conflito. Mas você pode usar alternativamente temperos como orégano, pimenta vermelha, pimenta do reino, salsinha, etc. para temperar a carne moída.

Ingredientes

- 400 g de carne moída
- 1 cebola pequena
- 1 pimentão pequeno
- 6 cogumelos frescos
- sal e pimenta-do-reino
- pimenta síria
- 1 dente de alho picado
- óleo de canola
- 1 colher (sopa) manteiga
- cebolinha picada
- 1 kg de aipim amarelo
- 250 g de polpa de abóbora cabotiá
- noz moscada
- 1 colher (sopa) de requeijão light
- 1 colher (sopa) nata
- queijo parmesão ralado

Como Fazer

Coloque o aipim descascado para cozinhar numa panela com bastante água, e uma colher de sal. Deixe cozinhar bem, até começar a desmanchar.

Ao mesmo tempo, cozinhe também numa panela com água os pedaços de abóbora com casca, até ficarem bem macios.

Pique a cebola, o pimentão e corte os cogumelos em fatias.

Em uma panela ou frigideira grande, coloque um pouco de óleo de canola e 1 colher de manteiga. Comece refogando a cebola, adicione o pimentão e em seguida a carne moída. Tempere com sal, pimenta-do-reino moída na hora e pimenta síria a gosto. Quando a carne estiver praticamente cozida, junte um pouco de cebolinha bem picada. Tire do fogo e reserve.

Escorra o aipim cozido, e esmague bem até formar um purê.

Faça o mesmo com a abóbora, retirando a polpa da casca, faça um purê, tempere com 1 pitada de noz moscada, e misture bem o requeijão e a nata.

Unte um prato refratário fundo e forre com o aipim.

Preencha o centro com a carne e, finalmente, cubra a carne com o purê de abóbora, espalhando com uma espátula de silicone.

Polvilhe queijo ralado e cebolinha (ou salsinha) picada.

Leve ao forno a 200º C, para aquecer.

Sirva em seguida, com um bom vinho tinto, ou suco natural.
Rende 6 porções.

terça-feira, 26 de março de 2013

Toalha de Páscoa (de papel)


A Páscoa está próxima e ainda não deu tempo de pensar na decoração da mesa, ou dos pratos de doces? Uma solução rápida e divertida é imprimir esta toalha em forma de guirlanda de coelhinhos.

Clique abaixo para ver os gráficos...

segunda-feira, 25 de março de 2013

Festival do Chocolate!


Para os que amam chocolate, ou aqueles que preferem saborear o doce em doses homeopáticas, algumas sugestões de sobremesas para servir na Páscoa. Ainda melhor, aproveite o chocolate que sobrar do feriado para preparar estas delícias...

Frutas cobertas de chocolate – Morangos e uvas de mesa são as frutas ideais para receberem uma generosa cobertura de chocolate derretido. Tem sobremesa mais simples e maravilhosa?!


Trufas – um pouco trabalhoso, mas vale cem por cento a pena o sacrifício. Sucesso garantido como presente de Páscoa!


Trufas de Chocolate
Trufas de Chocolate e Café
Trufas Geladas

Brownies – uma das melhores receitas de bolo para fazer sem glúten, já que a quantidade de farinha (de arroz) usada é mínima, e o doce fica muito suculento. Puro, com nozes, cerejas, o brownie é um consenso entre os fãs do chocolate.


Brownies de Natal
Brownies

Capuccino – não precisa estar muito frio para saborear esta bebida cremosa, coberta por raspas de chocolate.


Capuccino
Chocolate Quente

Bolo de chocolate – mais uma vez, aproveite as raspas de chocolate para incrementar esta receita clássica. Se desejar, acrescente uma colher de licor de chocolate e raspas de laranja, para perfumar o bolo.
 
 

sexta-feira, 22 de março de 2013

Nozes Picantes


Esta receita me fez lembrar as pipocas temperadas com alho e estragão que uma amiga me ensinou a fazer, há muitos anos. Estas nozes picantes são uma ideia simples e genial de aperitivo ou petisco para ser saboreado na frente da TV. E bem mais gostoso que os similares industrializados.

Ingredientes

- 1 colher (sopa) de manteiga
- 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
- 2 dentes de alho, descascados e esmagados
- 250 g amêndoas sem pele, ou nozes partidas ao meio
- 1 colher (chá) de páprica defumada
- ½ colher (chá) de sal
- papel toalha

Como Fazer

Aqueça a manteiga e o azeite com o alho esmagado.

Quando a manteiga começar a formar espuma, adicione as nozes e mexa sem parar por 3-4 minutos, até dourar.

Passe as nozes para uma peneira e depois escorra no papel toalha.

 Em uma vasilha, misture a páprica com o sal.

Jogue dentro as nozes quentes e misture bem.

Deixe esfriar.

Armazene em embalagem bem fechada.
Rende 1 xícara.

quinta-feira, 21 de março de 2013

Entre no Clima da Páscoa!


A Páscoa é uma comemoração que contagia tanto crianças como adultos, em muitas partes do mundo. Decore a casa, presenteie familiares e amigos com os símbolos desta festa. Bom feriado!
 
 
 
 
Decoração Cozinha
 
 
 
 
 
 

 


Bibelôs






Livro Infantil


Bijouteria (1)


Bijouteria (2)


Capa celular
 
 

quarta-feira, 20 de março de 2013

Sal ou Sódio nos Alimentos, Qual a Diferença?


Os rótulos dos alimentos industrializados muitas vezes mencionam a porcentagem de sódio, o que não deve ser confundido com sal (cloreto de sódio), pois ambos os conceitos não são equivalentes.

Sendo assim, como interpretar corretamente as quantidades de um e de outro?

O sal, ou cloreto de sódio, é composto de aproximadamente 40% de sódio e 60% de cloro, sendo uma substância indispensável à vida: entre outras coisas, ajuda a regular os fluidos do corpo, e a deixá-lo bem hidratado.

No entanto, o sal pode fazer mal à saúde se consumido em excesso (este excesso não pode ser eliminado través dos rins, e por isso se acumula no sangue). Assim, o coração tem de trabalhar mais para ‘mover’ o sangue circulante, o que resulta na hipertensão arterial.

Segundo dados oficiais, no Brasil o consumo de sal está acima do recomendado pela Organização Mundial da Saúde, que é de 5 g diárias (uma colher de café cheia), ou o equivalente a 2 g de sódio. De acordo com pesquisas, o consumo médio no país é de 8,2 g diárias de sal.

Muitas vezes nos deparamos com rótulos de alimentos que não especificam a quantidade de sal em gramas, mas apenas o seu conteúdo em sódio. Para transformar a quantidade de sódio em sal, devemos multiplicar a cifra por 2,5.

Por exemplo: se a etiqueta de um alimento nos diz conter 0,3 g de sódio para cada 125 g de produto, teremos de multiplicar 0,3 por 2,5, o que nos dá um valor de 0,75. Este produto terá 0,75 g de sal para cada 125 g.

Ainda assim, determinados alimentos apresentam informações nutricionais relativas a seu conteúdo de sal. Estas são as mais comuns, e suas equivalências em termos concretos:

- Conteúdo reduzido de sal: redução de 25%, em comparação com outro produto similar.

- Baixo conteúdo de sal: igual ou abaixo de 0.12 g / 100 g, ou ml de produto.

- Conteúdo muito baixo de sal: igual ou abaixo de 0.04 g / 100 g, ou ml de produto.
 
- Sem sódio, ou sem sal: igual ou abaixo de 0.005 g / 100 g, ou ml de produto.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Bacalhau ao Molho de Tomates


A parte mais complicada de preparar um prato com bacalhau é dessalgar corretamente o peixe. O bacalhau deve ficar de molho na água fria por 36 horas – mudando a água a cada 8 horas. Uma dica para reduzir o tempo é colocar um pedaço de pão duro na água: o pão absorverá o sal e diminuirá 8 horas do período de banho para dessalgar. Imagino que uma batata tenha o mesmo efeito, já que também é usada para retirar o sal de molhos muito salgados.

Ingredientes

- 800 g de bacalhau
- 1 cebola
- 6 tomates maduros
- 1 cenoura
- 3 colheres (sopa) de passas
- 2 colheres (sopa) de pinoles
- 3 dentes de alho
- 2 ovos duros
- salsinha
- farinha de arroz para empanar
- 1 xíc. de caldo de peixe
- azeite de oliva
- sal

Como Fazer

Seque bem o bacalhau previamente dessalgado.

Passe os pedaços levemente pela farinha e frite em uma frigideira com azeite, em fogo forte.

Retire e escorra em papel absorvente.

Coe o azeite usado, e use para refogar a cebola, a cenoura e o tomate, todos picados.

Quando a água do tomate for absorvida junte o bacalhau.

Junte um pouco de caldo de peixe e deixe cozinhar uns 10 minutos, em fogo baixo.

Numa frigideira a parte, refogue o alho até dourar. Reserve em um pilão.

Refogue rapidamente as passas com os pinoles, escorra e junte ao peixe com os ovos duros cortados.

Macere o alho com um pouco de salsinha, misture um pouco de caldo, mexa bem e adicione à panela.

Corrija o sal e deixe cozinhar por mais uns 5 minutos.

sábado, 16 de março de 2013

Café Irlandês


Ingredientes

- 4 xíc. de café passado
- açúcar
- uísque, ou licor
- creme de leite fresco (nata)
- canela em pó

Como Fazer

Bata levemente o creme de leite, até virar uma nata fofa.

Aqueça 4 taças, enchendo-as com água quente por alguns segundos.

Reparta o café quente entre as taças, até a metade.

Adoce a vontade e mexa.

Adicione 2 c.s. de uísque em cada taça e misture.

Cubra com a nata batida, polvilhe com canela e sirva.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Sopa de Arroz


Uma sopinha simples, mas muito nutritiva, para as noites de friozinho, que já estão batendo à porta.
 
Ingredientes

- 1 litro de caldo de carne
- 2 ovos cozidos, picados
- 50 g de presunto, picado
- 100 g de arroz
- sal e pimenta
- salsa ou coentro picado

Como Fazer

Em uma panela, aqueça o caldo de carne.

Quando começar a ferver, adicione o arroz.

Deixe cozinhar por uns 20 minutos.

Tire do fogo e tempere com sal e pimenta a gosto.

Sirva a sopa nos pratos e polvilhe com ovo e presunto picados.
Enfeite com salsinha picada.

quarta-feira, 13 de março de 2013

Molho de Manteiga de Laranja


Prepare este maravilhoso molho de manteiga de laranja, para acompanhar carnes delicadas como filés de peixe (linguado, merluza) ou frutos do mar como ostras ou vieiras. Uma ótima dica de prato para o almoço da Sexta-feira Santa.
 
Ingredientes

Para a manteiga de laranja:

5 xíc. de suco de laranja
1 xíc. de suco de limão
1 xíc. de vinagre de maçã
200 g de açúcar
3 colheres (sopa) de alho picado
300 g de manteiga, em cubos
sal e pimenta

Para o alho crocante:
5 dentes de alho, picados
1 colher (sopa) de açúcar
óleo vegetal


Como Fazer

Em uma frigideira, cozinhe os ingredientes, exceto a manteiga, em fogo médio, até formar um xarope.

Retire do fogo e adicione a manteiga, pouco a pouco, até dissolvê-la.
Tempere com sal e pimenta a gosto e deixe esfriar.


Cubra e leve à geladeira até a manteiga endurecer.

Em uma frigideira pequena doure o alho no óleo, ou azeite de oliva, retire, escorra e deixe esfriar. Reserve.


Em uma vasilha, misture o alho crocante com o açúcar e tempere.

Prepare os filés de peixe grelhados, junte a manteiga e cozinhe até que derreta. Retire do fogo, cubra com o alho crocante e sirva.

Dica: tempere umas vinte vieiras, cozinhe rapidamente sobre uma chapa ou grelha, cubra com a manteiga, deixando derreter. Enfeite com casca de laranja confitada e cortada a Juliana, o alho crocante, salsinha picada e azeite de oliva.

terça-feira, 12 de março de 2013

O Café da Manhã


Apesar de sabermos que o café da manhã é uma das refeições mais importantes do dia, muitas pessoas costumam pular esta refeição, ou alimentam-se de forma errada.

O maior erro certamente é não comer nada no café da manhã, apesar das recomendações insistentes de médicos e nutricionistas quanto à importância da primeira alimentação do dia. Tanto adultos quanto crianças (principalmente em idade escolar) devem se preocupar com a refeição matinal, procurando superar certos hábitos errôneos como:

- Achar que assim vai emagrecer. Grande erro, pois fazer uma refeição completa ajuda no controle do peso, se “belisca” menos durante a manhã e as refeições são mais bem distribuídas ao longo do dia.

- Pensar que se não comer nada de manhã, poderá compensar ao longo do dia. Outra ideia errada, já que após as horas de jejum noturno o organismo necessita de alimento. Uma quarta parte das calorias diárias devem ser ingeridas nesta refeição. Portanto, enfrentar uma jornada escolar, de trabalho, ou mesmo de ócio, com o estômago vazio pode trazer resultados muito negativos – a pessoa rende menos, baixa o índice de concentração, etc.


O que fazer, então, para resolver esta situação?

Em primeiro lugar, organize a primeira hora da manhã, calculando o tempo necessário para higiene, arrumação pessoal e o café da manhã. É preciso levantar-se mais cedo, e esta disciplina, embora possa ser incômoda a princípio, o ajudará a começar o dia com uma maior disposição.

Dedique de 15 a 20 minutos para a refeição matinal.

Prepare na noite anterior os elementos necessários para o café da manhã: torradeira, espremedor de frutas, copos, pratos, etc.

Tente envolver toda a família na organização desta refeição e dê sugestões sobre os alimentos que gostaria de introduzir, dentro do esquema proposto.

O mais importante é planejar um café da manhã que estimule seu apetite. Se for possível, coma em família, caso contrário, facilite as coisas para que ninguém saia de casa sem o café da manhã.

Algumas sugestões:

- Comece com uma fruta ou suco natural;

- Um produto lácteo (para os adultos, desnatado): iogurte, leite puro ou com achocolatado, café, ou chá;

- Pão, cereais, bolachas, torradas, de preferência todos integrais;

- Geleias, mel, azeite de oliva.

sábado, 9 de março de 2013

Espetinhos de Carne e Vegetais


Um dos pratos mais fáceis de preparar, e que agrada em qualquer ocasião, é o xixo, um churrasco que combina (de forma muito saudável) carnes e hortaliças. O resultado é uma refeição colorida e muito saborosa.
Começe por escolher os ingredientes que você e sua família, ou convidados, mais gostam. Monte espetinhos, e os disponha sobre uma grelha forrada com papel alumínio.

A seguir, prepare o tempero de sua preferência. Veja aqui algumas sugestões para marinar o xixo. Para o frango, pode-se usar este delicioso tempero japonês do prato Yakitori.
Depois de pincelar os espetinhos com o molho, basta levar ao forno. Ou melhor ainda, use uma grelha portátil para assar o xixo.

Clique em “mais informações” para ver as sugestões...

quinta-feira, 7 de março de 2013

Rosquinhas Fritas de Maçã


Ingredientes (4 porções)

- 4 maçãs vermelhas
- ½ xíc. de xarope de bordo
- 1 ovo grande
- ½ xíc. de leite
- 1 colher (sopa) de açúcar refinado
- 1 colher (chá) de canela
- ½ colher (chá) de noz moscada
- 200 ml de creme de leite
- 1 xíc. de farinha de arroz
- 1 colher (chá) de fermento químico
- óleo vegetal para fritar
- açúcar confeiteiro para polvilhar

Como Fazer

Descasque e retire o coração (as sementes) com uma faquinha apropriada.


Fatie horizontalmente em rodelas de 1 cm de espessura.

Coloque as fatias dentro de um prato raso e derrame o xarope sobre elas.

Deixe descansar para que o sabor penetre na maçã.

Numa vasilha de tamanho médio, misture os ovos, açúcar, especiarias e a nata.

Junte a farinha e misture até ficar homogêneo.

Aqueça o óleo em uma frigideira funda, ou panela.

Retire as fatias de maçã do xarope, escorra qualquer excesso de líquido.

Mergulhe as fatias na massa para cobrir completamente, e leve para fritar no óleo quente por 2 minutos de cada lado.

Retire e escorra em papel toalha.

Repita o procedimento com as demais fatias.

Polvilhe com bastante açúcar confeiteiro e sirva quente.

terça-feira, 5 de março de 2013

Dores de Cabeça Comuns e Suas Causas



As dores de cabeça muitas vezes podem ser mais do que uma simples dor, tornando difícil concentrar-se em qualquer coisa a não ser o pulsar, latejar, ou a dor incômoda dentro de sua cabeça. De que tipo de dor de cabeça você sofre e qual pode ser sua causa?

Segundo médicos da Divisão de Dor de Cabeça e Dor do Departamento de Neurologia do Hospital Feminino de Brigham, existem sete dores de cabeça consideradas mais comuns.

É óbvio que uma dor de cabeça muito súbita e forte, ou crônica, não pode ser ignorada, ou muito menos recorrer-se à automedicação – procure ajuda médica imediatamente!

Dor de Cabeça de Ressaca

A causa desta dor de cabeça não é completamente conhecida. A dor pode vir de uma inflamação, ou dos efeitos do álcool nos vasos sanguíneos, mas a causa específica não está muito clara. A desidratação também pode desempenhar um papel nessas dores de cabeça, enquanto comportamentos tais como ficar acordado até mais tarde que o normal, ou a falta de cafeína somam-se as circunstâncias que desencadeiam esta dor de cabeça.

Dor Atrás dos Olhos

Se você sente uma dor de cabeça suave atrás de ambos os olhos, é mais provável que se trate de uma dor de cabeça de tensão, ou uma dor de cabeça “comum” do dia-a-dia, e que normalmente irá responder bem a medicamentos que costumamos usar para nos livrarmos destas dores.

Mas, se a dor de cabeça for apenas atrás de um olho, e é mais intensa, poderia se tratar de uma enxaqueca ou uma cefaleia em salvas (cluster headache). A dor de cabeça em salvas é um tipo raro de dor de cabeça, mais comum em homens. Dores de cabeça em salvas também são caracterizadas por vermelhidão ou lacrimejar do olho, ou ainda a queda da pálpebra no lado atingido pela dor. 

Na maioria dos casos de dor de cabeça, a localização não é de grande ajuda na determinação de sua causa. Muitas pessoas que são suscetíveis à enxaqueca também relatam que o cansaço ocular, a má iluminação, ou a oscilação de um computador podem desencadear estas dores fortes.

E ainda temos a dor atrás dos olhos como um dos muitos sintomas da dengue, portanto, todo cuidado é pouco. Se você residir em uma área de risco de dengue, e apresentar este sintoma, não utilize nenhum medicamento para dor de cabeça antes de consultar um médico.
 
Congelamento do Cérebro (brain freeze)

A dor de cabeça causada pela ingestão de sorvetes é considerada um tipo de dor de cabeça. Os médicos a chamam de dor de cabeça estimulada pelo frio. Ela acontece mais frequentemente se alguém ingere rapidamente uma grande quantidade de algo gelado, e mais provável que ocorra em pessoas que sofrem de enxaqueca. Estas dores de cabeça, que felizmente não duram muito, podem ser minimizadas ou evitadas ao consumir-se pequenas porções de alimentos ou bebidas geladas, além de ingeri-las mais lentamente.

Enxaqueca

As enxaquecas são definidas como dores de cabeça que são de moderadas a graves em intensidade, normalmente em um lado da cabeça, tipicamente associadas a outros sintomas como leve sensibilidade, náusea ou vômito. É interessante notar que uma característica da enxaqueca é aparecer com maior probabilidade após um evento estressante – o que é chamado de dor de cabeça de “decepção”, ou de fim de semana. Isto pode acontecer porque quando uma pessoa está sob estresse, seu corpo produz cortisol para superar o evento. A medida que o cortisol acaba, a pessoa fica mais vulnerável a um ataque. Imagine a frustração do indivíduo ao concluir um projeto estressante e então ser atingido por uma enxaqueca no momento de sair de férias.

Dor de Cabeça de Exaustão

Se uma pessoa acorda no seu horário normal e nota uma dor de cabeça, a maior parte das vezes, após uma investigação, a conclusão é que se trata de uma enxaqueca. Mas a dor de cabeça em salvas também pode ocorrer relacionada ao sono, embora estas dores de cabeça costumem despertar a pessoa do sono, muito frequentemente durante o primeiro ciclo do REM. Uma dor de cabeça em salvas pode durar de 15 minutos até 3 horas, e é muito, muito grave. O segundo tipo de dor de cabeça que pode acordar uma pessoa do sono é a cefaleia hípnica. A cefaleia hípnica normalmente ocorre em pessoas mais velhas, é moderada em intensidade, não apresenta sintomas associados, e pode durar algumas horas.

Dor de cabeça por privação de cafeína

Estas dores de cabeça costumam ocorrer pela manhã, pois ao longo da noite é quando as pessoas ficam mais tempo sem cafeína – ao menos no caso daquelas que estão realmente exagerando. Tudo bem beber uma xícara de café para se livrar de uma dor de cabeça ocasional, se isso funciona para você, mas se você tem de fazer isso com muita frequência (mais de duas vezes por semana), é interessante procurar um conselho ou tratamento médico. Quando usada com muita frequência, a cafeína pode se tornar a causa, e não o tratamento para uma dor de cabeça.

Dor de cabeça induzida pelo exercício físico

Tem algo que é chamado de cefaleia do esforço, que é uma situação onde o exercício ou outro esforço físico pode desencadear uma dor de cabeça. Altas altitudes, ou o exercício prolongado podem fazer surgir que estas dores de cabeça. Algumas pessoas que sofrem de enxaqueca também percebem que o esforço físico pode desencadear um ataque de enxaqueca. Um jeito de aliviar a dor pode ser mudar ou alternar o tipo de atividade realizada. Algumas pessoas também se beneficiam ao ingerir um medicamento anti-inflamatório cerca de uma hora antes da atividade física. A maioria das pessoas que apresenta ocasionalmente este tipo de dor de cabeça reconhece que não se aqueceu devidamente, ou realizou um treino particularmente difícil.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails