sexta-feira, 29 de julho de 2011

Conselhos de Nutrição para a Volta às Aulas


Embora às vezes nos esqueçamos disso, a alimentação é um fator-chave para o desempenho bom ou ruim dospequenos” na sala de aula.

Depois de um período de férias recarregando bem as baterias, as crianças já estão se preparando para enfrentar uma nova etapa escolar, cujo sucesso ou fracasso vai depender de vários fatores: sua habilidade, capacidade de trabalho, a qualidade da educação recebida e a ajuda dos pais em casa, este último referindo-se não apenas às questões puramente educacionais, mas também nutricionais.

E um bom desempenho escolar também depende da dieta alimentar seguida pelos nossos filhos. Assim, a nutrição adequada pode ajudar os alunos a desenvolver sua atividade acadêmica com a energia e "força"necessárias.

Assim, o objetivo é conseguir que as crianças sigam sempre uma dieta completa e variada, o que é especialmente difícil quando elas comem fora de casa. Será, portanto, tarefa dos pais prestar atenção especial ao café da manhã e ao jantar, a fim de conseguir uma dieta equilibrada e que todas as refeições do dia sejam compensadas ​​e se complementem.

Veja como atingir esse objetivo através de alguns conselhos práticos.

Café da Manhã, a refeição mais importante do dia.

A
limentos recomendados:

-
Grãos (cereais integrais),
- Frutas frescas,

- Nozes (frutas secas) e sementes,
-
Leite, iogurte,
- Óleos vegetais: oliva
, etc.,
- Adoçantes: açúcar mascavo, suco de maçã concentrado
, melaço,
-
Cacau em pó.

Alimentos a evitar-se:


-Café e estimulantes,
- Cereais refinados,
-
Doces,
- Bebidas açucaradas (refrigerantes e sucos processados),

-Gorduras saturadas: embutidos, manteiga, etc.,
- Açúcar refinado.


Recomendações para a hora do jantar:

- Deve ser servida cedo para dar tempo de a criança fazer a digestão antes de dormir.

-
Ao contrário do que acontece em muitos casos a refeição não deve ser muito abundante. Se o estômago estiver muito cheio, a criança vai dormir mal.

- Se a criança não come em casa é importante checar o menu da escola para complementar a sua dieta. Por exemplo: se ela comeu macarrão, à noite pode comer arroz; se comeu poucos vegetais, introduzir mais vegetais à noite (na forma de purê ou misturados com outros alimentos); se no almoço há carne, à noite sirva peixe ou ovos, e assim por diante.

Delícia Turca


Leia a receita com atenção antes de começar o preparo. Parece complicado, com três coisas diferentes para elaborar no começo, mas uma vez que tudo é combinado em uma panela, fica bem simples.

Ingredientes

- 2 xíc. de açúcar
- 3 xíc. de água
- ¾ xíc. de farinha de milho
- 250 g de açúcar confeiteiro
- ¼ colher (chá) de cremor tártaro
- 1 colher (sopa) de suco de limão
- 10 folhas de gelatina
- 4 maracujás grandes, só a polpa
- 2-3 gotas de corante de alimentos amarelo, opcional

Como Fazer

Coloque o açúcar e ½ xíc. de água em uma panela, mexa para dissolver e leve ao fogo para fazer um xarope de açúcar.

Em uma tigela, misture a farinha de milho com o açúcar de confeiteiro e ½ xíc. de água.

Em outra panela, leve ao fogo o restante da água.

Deixe o xarope de açúcar atingir os 115º C. Junte o cremor tártaro e o suco de limão.

Adicione a água fervente ao mix de farinha e misture.

Misture o xarope de açúcar e o mix de farinha em uma panela de fundo grosso e bata com uma varinha, sob fogo médio, até ficar grosso e translúcido, cerca de 30 minutos.

Mergulhe as folhas de gelatina na água fria. Esprema o excesso de água e adicione à mistura. Junte a polpa de maracujá e o corante (se achar que é preciso uma cor extra) e misture para combinar tudo.

Despeje em uma forma ou vasilha grande, e deixe em temperatura ambiente, ou na geladeira, para ficar pronto mais rápido. Vire em uma superfície lisa e corte em quadrados, usando uma faca quente e molhada.
Guarde em uma vasilha (tupperware) no refrigerador. Dá cerca de 24 quadrados.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Tomates Verdes Fritos


Tomates verdes fritos, uma receita que é lembrada até hoje graças ao filme de mesmo nome. No ano de 1991, quem foi assistir o filme “Fried Green Tomatoes”, saiu da sala de cinema morrendo de vontade de experimentar esse prato, que é muito simples de se fazer.

Ingredientes

- 4 tomates verdes, tamanho médio
- 100 g de farinha de arroz
- 40 g de farinha de milho
- 200 ml de leite
- 1 ovo
- óleo de canola, para fritar
- sal e pimenta

Como Fazer

Peneire as farinhas de arroz e de milho dentro de uma tigela, com sal e pimenta à gosto.

Misture o leite com o ovo e acrescente às farinhas.
Misture bem até dar liga.

Corte os tomates em fatias grossas de 1 cm.


Passe as fatias de tomate na mistura de massa e frite em bastante óleo quente, até dourar dos dois lados.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Alimentação Saudável Começa com Comida para Bebê


Bebês alimentados com comida caseira são mais propensos a comer frutas e vegetais quando são mais velhos, ao invés de refeições dadas a partir de alimentos processados, segundo pesquisa recente.

Bebês desmamados com comidinhas caseiras desenvolvem um gosto por aquilo que é bom para eles, lá pelos sete anos de idade.

Especialistas da Universidade De Montfort, em Leicester, e das universidades de Bristol e Birmingham analisaram dados a partir de 7866 mães de crianças nascidas em 1991 e 1992.

Os resultados mostraram que os bebês com seis meses de idade aos quais eram dadas frequentemente frutas e legumes naturais, preparados em casa, eram mais propensos a comer maior quantidade de frutas e legumes aos sete anos de idade, do que aqueles que receberam refeições caseiras com menor frequência.

Não houve efeito positivo sobre hábitos alimentares mais tarde para os bebês alimentados com refeições compradas prontas.


Na revista Public Health Nutrition, os pesquisadores escreveram que "Os resultados apóiam o conceito de que a exposição a frutas e verduras é importante no início do período de desmame."

A Dra. Helen Coulthard, da De Montfort University, disse que as mães devem dar os seus filhos uma fruta ou vegetal preparados em casa, todos os dias.

O alcance e o tipo de alimentos que as crianças comem está se tornando uma causa crescente de preocupação. Em particular, as crianças não parecem estar comendo as quantidades de frutas e vegetais recomendadas para a sua saúde. Em 1998, a média de consumo de frutas e legumes pelas crianças no Reino Unido era de duas e meio porções por dia.

Houveram e continuam a existir muitas iniciativas para aumentar este número para as recomendadas cinco porções por dia.


É interessante que alimentar os bebês com frutas e legumes processados (industrializados), aos seis meses de idade, não teve efeito positivo mais tarde sobre o consumo de frutas e hortaliças. Isto pode ser devido ao fato de que os bebês são alimentados com tipos de legumes processados que a família não costuma comer. Pode ser também que as mães que usam alimentos processados não comem tantas  frutas e vegetais, ou são mais propensas a confiar em alimentos industrializados.

Além do mais, frutas e legumes de pacotes, vidros e latas são propensos a terem um sabor e textura uniforme, enquanto que aqueles cozidos em casa ou comidos crus irão variar de acordo com o tipo de fruta ou vegetal em particular, seja no tempero ou no método de cozimento.

Essas variações no sabor e textura de frutas e legumes devem expor o palato de uma criança a uma ampla gama de experiências, aumentando a probabilidade de ela aceitar um amplo espectro de alimentos.

O estudo descobriu que os bebês desmamados mais cedo, entre quatro e seis meses, e expostos a frutas e legumes regularmente, tiveram o maior nível de consumo aos sete anos de idade. Aqueles desmamados quando estavam na faixa dos seis meses de idade, e alimentados com frutas e vegetais com menos freqüência, foram menos propensos a comer frutas e vegetais aos sete anos.

No entanto, os bebês alimentados com comida caseira em uma idade mais tardia, mas com maior freqüência, tinham níveis similares de consumo aos alimentados mais cedo.


O período de desmame inicial é um momento importante para a introdução de frutas e legumes. É provável que as mães que dão grande importância a fornecer aos seus filhos uma dieta rica em frutas e legumes vão iniciar este processo durante o período de desmame. Os profissionais de saúde devem incentivar a introdução de comida caseira (baseada em frutas e legumes) em vez de alimentos processados para os bebês durante o processo de desmame.

Altos níveis de frutas e vegetais na alimentação deve ser recomendado no início do processo de desmame, para otimizar os efeitos da exposição.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails