quarta-feira, 20 de julho de 2011

Alimentação Saudável Começa com Comida para Bebê


Bebês alimentados com comida caseira são mais propensos a comer frutas e vegetais quando são mais velhos, ao invés de refeições dadas a partir de alimentos processados, segundo pesquisa recente.

Bebês desmamados com comidinhas caseiras desenvolvem um gosto por aquilo que é bom para eles, lá pelos sete anos de idade.

Especialistas da Universidade De Montfort, em Leicester, e das universidades de Bristol e Birmingham analisaram dados a partir de 7866 mães de crianças nascidas em 1991 e 1992.

Os resultados mostraram que os bebês com seis meses de idade aos quais eram dadas frequentemente frutas e legumes naturais, preparados em casa, eram mais propensos a comer maior quantidade de frutas e legumes aos sete anos de idade, do que aqueles que receberam refeições caseiras com menor frequência.

Não houve efeito positivo sobre hábitos alimentares mais tarde para os bebês alimentados com refeições compradas prontas.


Na revista Public Health Nutrition, os pesquisadores escreveram que "Os resultados apóiam o conceito de que a exposição a frutas e verduras é importante no início do período de desmame."

A Dra. Helen Coulthard, da De Montfort University, disse que as mães devem dar os seus filhos uma fruta ou vegetal preparados em casa, todos os dias.

O alcance e o tipo de alimentos que as crianças comem está se tornando uma causa crescente de preocupação. Em particular, as crianças não parecem estar comendo as quantidades de frutas e vegetais recomendadas para a sua saúde. Em 1998, a média de consumo de frutas e legumes pelas crianças no Reino Unido era de duas e meio porções por dia.

Houveram e continuam a existir muitas iniciativas para aumentar este número para as recomendadas cinco porções por dia.


É interessante que alimentar os bebês com frutas e legumes processados (industrializados), aos seis meses de idade, não teve efeito positivo mais tarde sobre o consumo de frutas e hortaliças. Isto pode ser devido ao fato de que os bebês são alimentados com tipos de legumes processados que a família não costuma comer. Pode ser também que as mães que usam alimentos processados não comem tantas  frutas e vegetais, ou são mais propensas a confiar em alimentos industrializados.

Além do mais, frutas e legumes de pacotes, vidros e latas são propensos a terem um sabor e textura uniforme, enquanto que aqueles cozidos em casa ou comidos crus irão variar de acordo com o tipo de fruta ou vegetal em particular, seja no tempero ou no método de cozimento.

Essas variações no sabor e textura de frutas e legumes devem expor o palato de uma criança a uma ampla gama de experiências, aumentando a probabilidade de ela aceitar um amplo espectro de alimentos.

O estudo descobriu que os bebês desmamados mais cedo, entre quatro e seis meses, e expostos a frutas e legumes regularmente, tiveram o maior nível de consumo aos sete anos de idade. Aqueles desmamados quando estavam na faixa dos seis meses de idade, e alimentados com frutas e vegetais com menos freqüência, foram menos propensos a comer frutas e vegetais aos sete anos.

No entanto, os bebês alimentados com comida caseira em uma idade mais tardia, mas com maior freqüência, tinham níveis similares de consumo aos alimentados mais cedo.


O período de desmame inicial é um momento importante para a introdução de frutas e legumes. É provável que as mães que dão grande importância a fornecer aos seus filhos uma dieta rica em frutas e legumes vão iniciar este processo durante o período de desmame. Os profissionais de saúde devem incentivar a introdução de comida caseira (baseada em frutas e legumes) em vez de alimentos processados para os bebês durante o processo de desmame.

Altos níveis de frutas e vegetais na alimentação deve ser recomendado no início do processo de desmame, para otimizar os efeitos da exposição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails