sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Gluten Free Food in Brazil

The beautiful country were I live is known as a multi-ethnic land, translated in one language (the Portuguese) and all the diferent flavors you can imagine!

What´s gluten-free?
As in all countries of the world, you always have to ask: “Is gluten-free?”
All labels of industrialized food must have a warning about the presence of gluten.
Be careful in restaurants, bakeries, etc; you must learn how to ask for gluten-free food. And many people don´t know what is the “gluten”. So, you have to ask the chef about “suspicious” ingredients, as wheat flour, etc..
The Brazilian cuisine is made up of unique aromas and tastes. In addition of being highly nutritious, it is also made of a wide variety of ingredients.


A typical brasilian table setting consists of rice, beans (“feijoada”), meat and salad. For dessert you can have fresh fruits, and coffe. This meal is simple, delicious, gluten-free, and you´ll find it everywhere you go.

If you´re a big barbecue fan, don´t miss the “churrascarias”, traditional restaurants that serve all the meat you can eat, plus a great salad buffet, so you don´t fell too guilty after the banquet!

If you´re lucky to visit the paradisiac beaches of Rio de Janeiro, or Santa Catarina, you can enjoy a variety of grilled fishes and seafood, and drink coconut water, or a “caipirinha”.

The Northeast state of Bahia has some wonderful gluten-free dishes.

At breakfast try the “tapioca” (a manioc pancake), the “pão de queijo” (cheeese bread) and the maize cake. At lunch or dinner spice up with an “acarajé” (one of the best gluten-free foods in the world! - see picture), a “vatapá”, or the “moqueca de peixe”.

And don´t forget the fruits of the season, the dozens of icecream flavors, the walnuts like "castanha-do-pará" and "castanha-de-caju", and the refreshing juices.
Little English-Portuguese Dictionary for the celiac tourist:
gluten – glúten
gluten-free – não contém glúten
wheat flour – farinha de trigo
corn - milho
acaraje - the "bun" is made from deep-fried black eyed peas and the filling is vatapa (spicy shrimp puree), sun-dried shrimp, okra stew, cilantro and tomatoes.
more information about Brazil:
In this site, the celiacs that visit Rio de Janeiro and other places in Brazil, will find very useful tips!
 
Site with adresses of gluten-free food around the world:
Brazil Tour:

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Diabetes e a Doença Celíaca

NEWS!

Trabalho científico publicado no "New England Journal of Medicine" (Volume 359:2767-2777, número 26) de 25 de dezembro de 2008:
"Shared and Distinct Genetic Variants in Type 1 Diabetes and Celiac Disease"
O trabalho sugere uma origem genética em comum entre a diabetes do tipo 1 e a celíase.
Leia o resumo (abstract) em:
http://bit.ly/dwnQQr

"To new beginnings...
Let us start fresh, right now,
To make this the very best year ever.
A very Happy New Year to all of us!"

sábado, 20 de dezembro de 2008

Feliz Natal!

Recadinhos finais de 2008:

- O Saúde Sem Glúten completou 8 meses nesse mês de dezembro, e eu gostaria de agradecer todos os mails recebidos, e a todas as pessoas que compraram meu livro.
- Quero mandar um abraço especial a meus amigos de Portugal, essa terra tão linda, que espero conhecer pessoalmente, em breve!
- Quase esqueci de comentar sobre dois novos produtos comercializados nos supermercados Bourbon (Porto Alegre, RS): o pão sem glúten (congelado) e o nhoque sem glúten.
- Esperemos que muitos novos produtos sem glúten sejam lançados em 2009!

Um ótimo Natal e um Ano Novo repleto de delícias gluten-free para todos nós!
Minha ceia de Natal de 2007 foi bem light, com o Peru, o tradicional molho de frutas vermelhas (indispensável!), saladas variadas, e muitas frutas!

Convivendo bem com a intolerância ao glúten


É costume se dizer que o Natal é uma época especial do ano, em que as pessoas procuram ser mais solidárias – e as crianças, mais comportadas! – mais compreensivas, mais espiritualizadas – se bem que fica difícil sentir o espírito natalino quando alguém rouba sua vaga no estacionamento do shopping...

... mas, voltando às alegrias dos festejos natalinos, tem uma coisa que sempre me deixa chateada, que são aqueles eventos de que ninguém pode, ou quer escapar, como reuniões de amigo-secreto da empresa, encontros de fim de ano com amigas, ex-colegas, e mesmo a ceia de Natal na casa de parentes. E o que é tão chato sobre essas festas, que deveriam ser tão alegres? A comida servida.

Sim, todos aqueles petiscos deliciosos, uma tentação para as dietas de verão. Na semana passada minha mãe foi a um encontro de ex-colegas de escola, amigas que se conhecem há quase meio século! E o que foi servido para alguém alérgico ao glúten? Nada. A “amiga” que organizou a festa “lamentou” ter esquecido que minha mãe é celíaca, mas que ela podia comer os docinhos, que eram sem glúten. Comer só doces, por favor!

Não é primeira vez que algo assim acontece, na verdade é bem corriqueiro. Aniversários de amigos e parentes, que sempre esquecem de servir algo sem glúten para ela comer. É claro que estou usando o exemplo dela, mas hoje em dia muitas pessoas seguem dietas especiais, seja sem açúcar, ou com pouco sal, sem lactose, ou carne. Enfim, é importante, quando se organiza uma festa, levar em consideração o que os convidados irão comer. Não por frescura, mas por uma questão de saúde.

E é triste quando uma prima, ou amiga de longa data, esquece que você não pode degustar todas as tortas e salgadinhos que ela preparou com tanto esmero.

Sendo assim, não acho que seja indelicado, ou uma falta de etiqueta, telefonar para seu amigo, ou colega, e lembrá-lo de que você tem tal restrição alimentar, para que ele possa providenciar algo permitido à sua dieta, e você não fique passando fome, o que convenhamos, tira a alegria de qualquer festa!

Um Feliz Natal a todos!
Sam.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Culinária Sem Glúten em Floripa

Floripa, SC


Estou passando uns dias em Florianópolis, e é sempre bom pesquisar novidades em produtos sem glúten, em lojas especializadas ou supermercados.

Dicas para quem vem a Floripa:
- No Supermercado Chico, no centrinho da Lagoa, encontrei um macarrão sem glúten, da marca Casarão (no RS temos as marcas Blueville e Urbano).

- A padaria do Supermercado Angeloni produz alguns bolos e biscoitos sem glúten.

- Na loja de produtos orientais Sayuri, no bairro Trindade, comprei vários produtos, entre eles, o macarrão de arroz japonês, com preço bem mais em conta que nos supermercados de Porto Alegre.

- E finalmente, entre ótimos restaurantes da Ilha, tem o restaurante japonês Sushi Yama, na Est. Geral do Canto da Lagoa.

endereços:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails