sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Links de Saúde e Culinária

Saúde e Culinária:
"Chefs com restrições alimentares encaram desafios para criar pratos"
http://tinyurl.com/y9msw35

Saúde:
"Maus hábitos em casa podem levar a intoxicação alimentar; veja como evitar"
http://tinyurl.com/ygk5lv6

Receita:
Pão de Iogurte (sem glúten)
http://tinyurl.com/yfv65ph

News: Produtos sem glúten ou lactose têm maior quantidade de sal que produtos equivalentes normais, segundo pesquisa realizada em supermercados ingleses. Produtos que não contém algum ingrediente específico com glúten ou lactose chegam a ter mais do que o dobro de sal dos produtos padrão (publicado em 24 de setembro de 2009).
Leia a matéria no jornal Daily Telegraph:
http://tinyurl.com/y9qfga3

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Dicas de Lavanderia


Para remover aqueles odores desagradáveis dos tênis, lave-os em água com sabão e depois enxágüe em água com algumas gotas de vinagre.

Para limpar tênis brancos, esfregue-os com uma escova de dente velha antes de lavá-los.

Para dar um brilho extra nos sapatos use meia-calças de nylon para polí-los...

...Ou, primeiro tire o pó dos sapatos de couro, pingue algumas gotas de óleo vegetal, e use uma flanela para o polimento.

Para tirar manchas de meias brancas, ferva-as com casca de limão.

Para lavar roupa de baixo ou meias durante uma viagem, use xampu.

Para tornar mais duráveis as meias-calças novas, mergulhe em água morna, seque e passe a ferro em temperatura baixa.

Para manter a forma do terno formal que você usa pouco, cobra-o com uma camisa velha, ao invés de um saco plástico ou de vinil.

Para impedir que um jeans escuro desbote, deixe-o de molho em água salgada por um dia.
continue lendo...

Gamja jorim (batatas adocicadas)

Uma das últimas receitas postadas foi o Purê de Batatas e, para quem eliminou o glúten da dieta, a batata é um alimento super versátil. Muito além da batata cozida, frita, ou com maionese, há muitos pratos diferentes que levam esse tubérculo famoso por ter matado a fome de milhões no continente europeu.

O Gamja jorim é um prato sul coreano popular que aproveita a consistência e sabor suave da batata, mesclado ao característico agridoce asiático.

Você vai precisar de:
- 3 batatas de tamanho médio
- 1/2 cebola
- 2 dentes de alho
- molho de soja
- 1 colher de sopa de xarope de milho
- 1 c.s de açúcar
- ½ xíc. de água
Mais: uma panela antiaderente e uma colher de pau ou espátula de silicone.

Primeiro: Descasque as batatas, lave-as e corte em cubos grandes (2,5 cm). Lave as batatas cortadas em água corrente, dentro de um escorredor, para remover o amido. Corte 1/2 cebola, grosseiramente,.

Segundo: Aqueça a panela e adicione 2 colheres de sopa de azeite de oliva. Coloque as batatas na panela. Junte 2 dentes de alho picados e refogue até a batata ficar translúcida e então adicione a cebola, e continue refogando.

Terceiro: adicione a ½ xícara de água, 2 colheres de sopa de molho de soja, 1 c.s. de açúcar, 1 c.s. de xarope de milho, misturando bem, sempre em fogo médio, por cerca de 10 minutos, até o líquido evaporar. Obs.: Fique mexendo para não queimar a batata e, se preciso adicione mais um pouco de água. Quando a batata estiver cozida, tire do fogo e junte 1 c.s. de óleo de gergelim e enfeite com sementes de gergelim.

Gamja jorim com cenouras

Pode servir como acompanhamento, ou com presunto cortado em cubos.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Osteoporose: tratamento e prevenção

Dia 20 de outubro foi o Dia Mundial da Osteoporose, um dia para conscientizar a população, especialmente a feminina, sobre a doença e a importância de preveni-la.

No Brasil a osteoporose atinge 10 milhões de pessoas; na Espanha, 2.5 milhões e em Portugal, cerca de 800 mil.

O que é a osteoporose?

É uma doença crônica dos ossos que afeta a metade das mulheres a partir da menopausa. Aliás, segundo estimativas da OMS (Organização Mundial da Saúde) a maioria das mulheres não foram diagnosticadas e 40% das mulheres com mais de 50 anos sofrerá alguma fratura relacionada com essa doença.

A osteoporose é caracterizada por uma perda da resistência óssea, o que torna os ossos mais frágeis e consequentemente mais propensos a sofre fraturas ou pequenos traumatismos.
Pois exatamente, um dos primeiros sintomas visíveis da doença são as fraturas de pulso, vértebra ou quadril, ao realizar-se um movimento suave ou uma atividade habitual.

Lembre-se de que o osso é um tecido vivo, que se remodela continuamente, mas só até os 30 anos de idade, momento em que nosso esqueleto alcança a massa óssea máxima, que se manterá até os 50 anos. No entanto, é a partir dessa idade que a densidade óssea começa a diminuir (por volta de 0,5% ao ano), de modo que se torna vital ter proporcionado ao nosso organismo a quantidade de cálcio e vitamina D suficiente para fazer frente a esse processo.
continue lendo...

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Pesquisa identifica proteína humana ligada à Doença Celíaca

Zonulin tem papel fundamental no processo inflamatório e autoimune.

Pesquisa realizada pela Universidade de Maryland, liderada pelo Dr. Alessio Fasano, identificou o precursor para uma introdução de doenças autoimunes, incluindo a DC.


Descobertas publicadas na edição de 7 de setembro de 2009, na revista "Proceedings of the National Academy of Sciences", ligam a proteína humana zonulin aos processo inflamatórios e autoimunes do corpo.

A anteriormente misteriosa proteína foi descoberta como sendo precursora da haptoglobina 2, uma molécula conhecida como um marcador de inflamações no corpo humano. O Dr. Fasano acredita que a proteína zonulin esteja por trás da perda das células protetoras no intestino, que faz aqueles que têm predisposição à DC ou sensibilidade ao glúten, reagirem quando o glúten entra no organismo.

“Essa molécula poderia ser uma peça crítica faltando no quebra-cabeças que levaria ao tratamento da DC, outras doenças autoimunes e alergias, e mesmo o câncer, todas as quais estão associadas a uma produção exagerada de zonulin/pré-haptoglobina e à perda da barreira protetora das células que cobrem o intestino e outras áreas do corpo, como a barreira sanguínea do cérebro,” diz o Dr. Fasano.

Essa última pesquisa proporciona um entendimento mais profundo sobre os processos e mecanismos por trás da DC e doenças autoimunes como um todo, ajudando profissionais da área médica a diagnosticar e tratar melhor aqueles que sofrem dessas condições.

“O único tratamento atual para a doença celíaca é cortar o glúten da dieta, mas nós temos a confiança de que o trabalho do Dr. Fasano irá algum dia trazer mair alívio àqueles pacientes. Zonulin, com suas funções na saúde e doenças, como ressaltado pelo artigo do Dr. Fasano, poderia ser a molécula do século,” diz o Dr. E. Albert Reece, vice-presidente de assuntos médicos da Universidade de Maryland.
continue lendo...

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Purê de Batatas (Técnicas de Culinária)

Como preparar um purê da batatas perfeito!

Receita 1:
Ferva a água e cozinhe as batatas sem casca, com sal a gosto e 1 colher de azeite de oliva.
Quando estiverem cozidas, passe para uma vasilha, com um pouco da água de cozimento, amassando-as com um garfo. Se precisar, adicione mais água (o purê deve ficar espesso). Corrija o sal, adicione pimenta e um fio de azeite de oliva na hora de servir.

Receita 2:
Ferva a água e cozinhe as batatas sem casca, com sal a gosto e 1 colher de margarina.
Depois de cozidas passar as batatas pelo espremedor, adicionar margarina (ou manteiga) derretida, corrija o sal, pimenta e misture muito bem.
Nesse purê você pode acrescentar nata, leite ou dois ovos batidos.

Receita 3:
Para fazer um purê de batatas bem branquinho, cozinhar as batatas na água com sal, azeite de oliva e um dente de alho.
Quando cozinhar, tirar o alho, e bater bem no liquidificador, até ficar um creme claro.
Também pode adicionar um ramo de tomilho fresco na água do cozimento.

Receita 4 (da casa):
Colocar uma c.s. de sal na água e cozinhar as batatas inteiras, com casca (lavar bem antes).
Quando cozidas, descascar e passar no espremedor.
Numa panela, em fogo baixo, juntar ao purê uma colher de sopa de margarina culinária, 1 ovo inteiro, misturar muito bem, e adicionar uma pitada de noz moscada.


Outros usos para o purê: para engrossar um molho à bolonhesa; ou use fécula de batata, que deixará o molho mais aveludado.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Creme de Nozes

Essa receita, embora seja uma sobremesa para ser saboreada sozinha, pode servir de acompanhamento para outros doces, como frutas em conserva, ou o para dar um sabor mais sofisticado ao clássico sagu.


Creme de Nozes

Ingredientes
- 250 g de nozes sem casca
- 1 litro de leite
- 250 g de açúcar
- 1 pau de canela
- 1 limão (a casca)

Como Fazer
Picar as nozes até formar uma farofa fina.
Numa panela, ferver o leite com a casca de limão e a canela.
Deixar em infusão, com a panela tampada, por 15 minutos e depois coar.
Adicionar as nozes e o açúcar, misturando bem para diluir tudo.
Levar de volta ao fogo baixo, por cerca de 30 minutos. O creme deve ficar espesso. Deixar esfriar e servir, sozinho ou acompanhado de outra sobremesa, como sagu.

Ketchup Caseiro

Se você é fã desse molho, é bom preparar em casa, para evitar os conservantes e outros aditivos artificiais. Mas cuidado, pois ketchup é bem calórico, portanto coma com moderação!

O ketchup, de origem norte-americana, é um molho agridoce à base de tomates e temperos. Pode ser usado como acompanhamento de hamburguer, batatas fritas e carnes em geral.

Ketchup Caseiro
Você vai precisar de:
- 1 kg de tomates maduros
- 1 laranja (suco)
- ½ xícara de açúcar
- ½ xícara de vinagre branco
- 1 cravo-da-índia
- 1 colher de chá de gengibre ralado
- 6 sementes de coentro
- 4 c.s. de azeite de oliva
- sal a gosto

Faça assim:
Pelar os tomates e picar bem.
Numa panela com azeite no fundo, colocar os tomates picados e juntar o suco de laranja, o açúcar, o vinagre e os temperos.
Cozinhar em fogo baixo por cerca de 45 minutos.
Quando estiver pronto, você pode escolher deixar o molho mais grosso, ou triturar mais. Despejar o molho ainda quente em vidros -previamente esterilizados- fechar bem e guardar no refrigerador.

Veja também:
http://bit.ly/c67eWA
http://bit.ly/9JayNs

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Os Benefícios do Chá

Há quase 3 mil anos a.C. os chineses começaram a beber o chá.
E os benefícios dessa planta milenar  para o organismo humano são conhecidos há muito tempo.

Os chás são usados pela medicina natural, ou fitoterapia, como diuréticos, antioxidantes, e como suporte no tratamento de inúmeras doenças.

O chá é a bebida mais consumida no mundo, sem contar a água. E sua popularidade pode ser atribuída ao seu sabor e especialmente ao seus efeitos benéficos para a saúde.

Entre 400 e 600 d.C. os chineses já usavam o chá como um estimulante, no combate à fadiga.

Hoje em dia, muitos estudos científicos estabeleceram novas propriedades curativas dos chás.

Se consumido regularmente, mas com moderação o chá pode ajudar a:

- prevenir a arteriosclerose,

- evitar as infecções,

- prevenir o envelhecimento, por ser rico em antioxidantes,

- reduzir os níveis do colesterol ruim,

- facilitar a eliminação das gorduras (o chá vermelho é conhecido como um “queimador de gordura”),

- é diurético,

- pode ajudar a prevenir alguns tipos de câncer,

- diminuir o risco das doenças coronárias.

plantação de chá verde em Boseong, Coréia do Sul

Curiosidades sobre o Chá

Os saquinhos de chá foram inventados por acaso, quando, em 1908, o importador de chás norte-americano Thomas Sullivan enviou amostras de chá para alguns clientes em pequenas bolsas de seda e eles as colocaram diretamente em infusão.


O famoso ritual do chá da tarde inglês foi introduzido na corte inglesa por Anna Maria Stanhope, duquesa de Bedford, no ano de 1840.

Em 1589 os europeus ouviram falar pela primeira vez no chá, através de um escritor veneziano, que creditou a longevidade do povo asiático ao seu hábito de beber chá.

Mas alguns acham que o chá da tarde pode ter sido inventado pelos franceses, como é bem relatado por Madame de Sévigné (1626 to 1696), uma das maiores escritoras de cartas sobre a vida no século 17 na França:

“é um fato pouco conhecido mas após sua introdução na Europa do século 17, o chá era tremendamente popular na França. Chegou primeiro em Paris, no ano de 1636 (22 anos antes de chegar na Inglaterra!) e rapidamente se tornou popular entre a aristrocacia..."

O chá era tão popular em Paris que Madame de Sévigné, que escreveu crônicas sobre os feitos do Rei Sol e seus seguidores, numa famosa série de cartas de fofocas para sua filha, frequentemente mencionava o chá.

“Vi a Princesa de Tarente [escreveu de Sévigné]... Que bebe 12 xícaras de chá ao dia... o que, ela diz, cura todos seus males. Ela me garante que Monsieur de Landgrave bebe 40 xícaras todas as manhãs. ‘Mas Madame, talvez sejam apenas 30 ou algo assim.’ ‘ Não, 40. Ele estava morrendo, e o chá o trouxe de volta à vida, diante de nossos olhos.’...

Madame de Sévigné também registrou que foi uma mulher francesa, a Marquesa de La Sablière que começou a moda de adicionar leite ao chá. “Madame de La Sablière bebeu seu chá com leite, como ela me contou outro dia, por que era do seu agrado.” (Os ingleses, encantados com esse “toque francês”, adotaram o hábito.)


Leia mais sobre a história do chá, etiqueta, receitas:
http://saudesemgluten.blogspot.com/2009/07/hora-do-cha.html
http://www.2basnob.com/tea-history-timeline.html
http://whatscookingamerica.net/History/HighTeaHistory.htm

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

H2O = Vida

Água é Vida

O verão está chegando, e é bom lembrar que devemos nos hidratar, bebendo muito líquido, especialmente água pura, filtrada ou mineral.
A quantidade varia de pessoa para pessoa, mas uns 2 litros ao dia é o básico.


E a temperatura da água?
Segundo estudos científicos, parece que o volume de água ingerido é mais importante do que sua temperatura.

A velocidade com que os fluidos deixam o estômago para serem absorvidos no intestino e entrarem na corrente sanguínea depende de uma interação complexa de fatores.

O fator principal é ter volume suficiente fluindo no estômago.
E um fator importante para que ocorra a ingestão dos fluidos é a palatabilidade.

Assim, recomenda-se que os líquidos sejam mais frios que a temperatura ambiente, e possuam sabor que realce a palatabilidade e promovam a troca de fluidos.
E novos estudos põem em dúvida a ideia de que água gelada ajude a queimar calorias.
Comparando a ingestão de água gelada com água em temperatura ambiente, não foi encontrada diferença significativa no gasto energético pelo organismo humano.

Mas uma bebida mais gelada no verão é sempre bem vinda e aqui vão algumas sugestões para deixar seus drinks mais refrescantes e saborosos:

Cubos de gelo
- Para agradar especialmente as crianças, coloque algumas gotas de xarope de groselha, menta, laranja,etc.,na água dos cubos de gelo para criar cubinhos coloridos.

- Ou então coloque um pedacinho de fruta (laranja, framboesa) ou folhas de menta, etc., no fundo das forminhas de gelo, e tenha lindos cubinhos decorados.

- Para a bebida não ficar aguada com o gelo, faça previamente cubinhos de refresco de cola, ou qualquer outra bebida que for servir.

- Ou use os cubinhos sem água, que são cubos de plástico, em forma de frutas que conservam o frio.

- Outra sugestão divertida é congelar frutas de verdade, como morangos, framboesas, cerejas, etc., e sirva combinando com o sabor da bebida.

- Para que os cubinhos não se grudem uns aos outros ao servir, regue-os com água mineral com gás.

- Numa festa, ao invés de um balde de gelo, use um escorredor de massa, de metal, sobre uma tigela, para drenar a água do derretimento do gelo.

Bebidas com gás
As bebidas com gás ficam mais bem conservadas se bem fechadas e se forem condicionadas deitadas ou de cabeça para baixo na geladeira. Deixe no congelador por meia hora antes de servir.


Decoração dos copos
- Decore a borda dos copos, para parecerem nevados – molhe a borda com suco de limão e passe num prato com açúcar confeiteiro, ou branco.
Se quiser um efeito colorido, molhe a borda do copo com xarope de groselha ou menta e passe no açúcar.
Para que fixe bem o açúcar, deixe os copos no congelador por 10 minutos antes de servir.



- Para que seus convidados não troquem os copos, personalize cada um com um adesivo removível.


- No lugar de palitinhos de plástico para mexer os drinks, use pirulitos.

Está na praia e esqueceu o isopor?
Enrole a bebida em várias camadas de jornal e molhe de vez em quando com água do mar
Se estiver no campo, umedeça as garrafas com água e passe sal grosso, antes de enrolá-las em papel jornal, molhando de vez em quando com água.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Feitos Um Para o Outro

Assim como o amor de Romeu e Julieta foi eternizado por William Shakespeare, o queijo e a goiabada foram unidos em matrimônio eterno pela genialidade da culinária brasileira.

Dizem que a paixão é pura química, e o mesmo parece acontecer na combinação entre algumas comidas.

Outro exemplo clássico de ingredientes “feitos um para o outro” é o feijão e o arroz – aliás a feijoada traz uma sequência de combinações perfeitas: a couve, a farofa, a laranja...

Morangos e vinagre balsâmico, abacaxi e hortelã, abóbora e noz moscada... Quem poderia imaginar que essas combinações seriam tão perfeitas?
 E como ouvi um chef mencionar, o simples fato de deixar uma carne marinando, pode originar sabores e aromas surpreendentes.

Há aqueles ingredientes que não são tão “fiéis”, como o limão, que pode ser feliz para sempre com um creme de abacate, realçar o sabor do kibe, ou de um chilli apimentado.

Os indianos combinaram o curry e o leite de coco, os chineses, o shoyu e os legumes, os alemães casaram a salsicha com o chucrute, e os italianos inventaram uma das mais perfeitas uniões: tomates e manjericão.

 Essa é a beleza de conhecer a gastronomia pelo mundo, descobrir novos sabores e ampliar nossos paladares.

 Alguns pratos pedem o descanso de uma noite, lado a lado, para que os sabores e aromas se aproximem lenta e delicadamente.
As sobremesas, em geral, devem ser preparadas com antecedência. Uma torta precisa de tempo para que suas camadas espalhem suculência sobre a massa, e o doce possa ser saboreado plenamente.

 Ao preparar uma torta de frutas, deixe estas de molho num suco de frutas (sem açúcar) com algumas gotas de vinagre balsâmico, no refrigerador, por uma ou duas horas, para suavizar e remover sua acidez.



Maionese de Gengibre

Numa vasilha pequena, misture bem os seguintes ingredientes:
- 1 xícara de maionese light
-2 colheres de chá de mel
- 1 pedaço (5 cm) de gengibre sem casca ralado
- 2 colheres de sopa de coentro picado

Sirva imediatamente, ou guarde num pote tampado no refrigerador. Acompanha carnes ou sanduiches.

Morango em Compota

Ingredientes
- 1 ½ kg de morangos firmes
-1 ½ kg de açúcar
- 1 fava de baunilha
- alguns raminhos de tomilho
- suco de 2 limões

Como fazer a compota
Lave bem, limpe e corte os morangos em fatias grossas.
Coloque numa vasilha, regue com o suco de limão e o açúcar e misture bem.
Cubra com filme plástico e deixe repousar de um dia para o outro.
Numa panela ou tacho, cozinhe os morangos em fogo baixo, até levantar fervura – deixe mais 5 minutos.
Retire a espuma que se formar, e adicione a baunilha e o tomilho, mexendo bem.
Deixe esfriar um pouco e guarde em vidros.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails