quarta-feira, 30 de março de 2011

Compota de Maçã


Ingredientes

  • 4 maçãs grandes
  • suco de 2 laranjas
  • 4 cavros-da-índia
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • mel a gosto

Como Fazer

Descasque tire o miolo e corte as maçãs (em 4 partes).

Coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo médio até levantar fervura.
Baixe o fogo e cozinhe até a maçã ficar macia.
Aumente o fogo e deixe ferver novamente, e tire do fogo em seguida.

Deixe amornar e conserve a compota em vidros previamente esterilizados, bem fechados.

Sirva a maçã sozinha (ou com nata), ou acompanhada de sorvetes, pudim de leite, bolos, etc.

Nova Loja de Produtos Sem Glúten

Uma ótima novidade!
Minha amiga mineira Libia acaba de inagurar uma loja que irá oferecer alimentos naturais sem glúten, sem lactose e diet (para diabéticos).

Para quem mora na cidade de Patos de Minas, e arredores, não deixe de visitar a FILÓ,
que fica no seguinte endereço:

Praça Santana, 359 / loja 12, Centro
Patos de Minas, MG

Contatos pelos fones 34-38216497 ou 34-92431666
(em breve com perfil no Facebook).

terça-feira, 29 de março de 2011

Torta de Morangos e Ricota


A combinação dos morangos com a ricota dá a essa torta um sabor suave e uma maciez especial - dá até para servir como sobremesa, depois de uma refeição leve. Se quiser, acompanhe de creme chantilly ou nata. A massa pode ser batida na batedeira, mas é mais prático bater tudo à mão com uma varinha ou garfo, pois não precisa bater demais, apenas o suficiente para que fique homogênea.

Ingredientes

- 1 cx de morangos frescos
- 1 1/2 xíc. de açúcar refinado
- 1 xíc. de farinha de arroz
- 2 colheres (sopa) de maisena
- 1 c.s. de fermento químico
- 3 ovos
- 2/3 de tablete de margarina culinária
- 6 c.s. de leite
- 100 g de ricota fresca
- 1 pitada de açúcar de baunilha
- farinha de arroz para polvilhar

Como Fazer

Unte e polvilhe uma forma de bolo redonda. Reserve.
Pré-aqueça o forno a 200º C.

Lave e seque bem os morangos, tire os cabinhos, e corte as frutas ao meio.

Coloque os ovos inteiros em uma vasilha grande, bata com um garfo.
Adicione o açúcar (e ½ c.c. de açúcar de baunilha) aos poucos e bata bem.
Junte a margarina derretida e continue batendo até ficar bem homogêneo.

Num prato, amasse bem a ricota e junte ao creme, mais o leite, e misture bem.

Adicione aos pouco a farinha, a maisena e o fermento, todos peneirados (se achar a massa muito pesada, adicione um pouco mais de leite).

Polvilhe os morangos cortados com farinha de arroz, para que não afundem na massa.

Despeje a massa dentro da fôrma, cubra com as fatias de morango, dispondo-as em círculos.
Leve ao forno por cerca de 40 min.
Deixe esfriar e polvilhe com um pouco de açúcar confeiteiro. Sirva com nata.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Como Servir Queijo Parmesão


Nas terras situadas entre o Vale do Rio Pó e os Montes Apeninos, com uma origem antiquíssima, que remonta à Idade Média, nasceu o ‘Parmiggiano-Reggiano’, expressão máxima do queijo parmesão.

Esta delícia ‘gourmet’ de grandes dimensões e longa maturação (mínimo 12 meses) é elaborada com leite cru e sem nenhum tipo de aditivos. Um queijo cuja fama ultrapassou as fronteiras italianas para converter-se num dos mais apreciados por consumidores do mundo inteiro. Assim, é mais do que um hábito ralar um pedacinho desse queijo para dar o toque final a um prato de massa. Entretanto, suas possibilidades na cozinha vão muito além do tempero da macarronada.


Há muitas formas de se desfrutar do queijo parmesão - com verduras ou frutas, como aperitivo, em saladas, ou o clássico acompanhamento de massas e risotos. A textura desse queijo é firme e o sabor forte. Na Itália o parmesão é conhecido como Grana, Parmegiano-Reggiano (regiões de Reggio e Parma) ou Grana Padano (Lombardia, entre outras).

Como Aperitivo:
Um Parmigiano-Reggiano de primeira maturação (12 meses) pode ser degustado em lascas com verduras frescas como o aipo e os tomates cereja. Para contrastar com seu sabor delicado, pode ser combinado com uma mostarda não muito picante. Todo isso pode ser acompanhado de vinhos brancos secos.


Com Carnes e Peixes:
Os parmesãos que têm uma maturação longa (entre 24 e 28 meses) podem ser utilizados para enriquecer os sabores no preparo dos segundos pratos. Pode ser servido em lascas sobre um ‘carpaccio’ de carne ou de peixe, ou sobre o rosbife, com um fio de azeite de oliva extra-virgem. Como acompanhamento, podem ser servidos vinhos tintos mais ou menos estruturados.

Com Verduras:
Combina bem com as saladas de verduras frescas temperadas com azeite de oliva extra-virgem. É um ingrediente que oferece resultados muito bons também com as tortas de legumes ao forno. Além disso, pode ser usado em diversos pratos tradicionais, como por exemplo, a berinjela à Parmegiana.


Com Frutas:
Os parmesãos de primeira maturação podem acompanhar frutas frescas, por exemplo, com maçãs ou peras. Os parmesãos mais maduros são ideais como acompanhamento de frutas secas (nozes, avelãs, figos) e é magnífico com ameixas secas.

Com Vinagre:
Lascas de parmesão maduro ficam extraordinárias se servidas com algumas gotas de vinagre balsâmico tradicional de Modena.

A conservação do queijo parmesão

Fechado em embalagem a vácuo, pode conservar-se vários meses na geladeira.
Ao comprar em pedaços sem embalagem prévia, ou depois de serem abertas embalagens a vácuo, deve ser conservado na geladeira, a uma temperatura aproximada de 4ºC, bem envolto em filme plástico.

Segundo o site “Queijos no Brasil”, “no Brasil, em geral é feito em formas cilíndricas altas e pesam entre 4 e 7 kilos. A massa é amarelo palha e seus sabor é picante. Em geral são maturados apenas por 6 meses embora hoje já se fabrique no Brasil queijo tipo grana, com 12 meses de maturação (na Itália são maturados de 1 a 3 anos). Boa parte da produção de parmesão é destinada à ralação, forma de amplo uso.” “O queijo Parmesão é uma das variantes dos chamados queijos Grana, assim denominados por possuírem uma estrutura granular de consistência dura e secos (26 até 36% de umidade).”

Características (fonte: queijosdobrasil.com.br)
- Formato: cilíndrico;
- Consistência dura com textura compacta, quebradiça e granulosa;
- Cor: branca amarelada ou ligeiramente amarelada;
- Sabor: salgado, levemente picante a picante;
- Peso: 4 a 8 quilos; Massa: cozida, fechada.

sábado, 26 de março de 2011

Um Lugar Onde o Câncer Não Existe


Em vilarejos remotos do Equador, os cientistas descobriram uma população que pode conter pistas para combater diabetes e câncer - as pessoas com um tipo de nanismo, que quase nunca têm essas doenças.

Acontece que uma mutação genética que bloqueia o seu crescimento também pode bloquear as alterações celulares que levam a essas doenças do envelhecimento.

Os pesquisadores analisaram a saúde de 99 equatorianos com a chamada Síndrome de Laron. A maioria tinha uma altura inferior a 1,21 m, porque a mutação genética impede seus corpos de usar adequadamente o hormônio do crescimento.
Isso altera a atividade de outros hormônios, inclusive o fator de crescimento semelhante à insulina ou IGF-1 - uma substância que, segundo estudos de laboratório sugerem, pode ser manipulada para prolongar a vida.
Assim, os cientistas estavam interessados em ver como as pessoas com a Síndrome de Laron vivem.

Ao longo de 22 anos, essa população não sofreu nenhum tipo de diabetes e apenas um caso não-letal de câncer, segundo o endocrinologista equatoriano Jaime Guevara-Aguirre e o biólogo celular Valter Longo, da Universidade do Sul da Califórnia. Sua pesquisa aparece na revista ‘Science Translational Medicine’.

A ausência de diabetes era verdadeira, embora a população com a Síndrome de Laron tende a ser mais pesada do que os demais equatorianos, e estar acima do peso aumenta o risco para o diabetes.
Em contrapartida, 1.600 dos parentes do grupo, com altura normal, que moravam na mesma cidade, experimentou taxas dessas doenças típicas do Equador - 5% tiveram diabetes e 17% tiveram câncer.
Entretanto, os ‘pacientes Laron’ não viveram mais do que seus parentes mais altos. Suas principais causas de morte foram acidentes e doenças relacionados com o álcool.

Para sua pesquisa, os cientistas misturaram componentes do sangue dos participantes com a Síndrome de Laron, com células humanas. A equipe de Longo descobriu esses componentes protegidos contra tipos de dano celular e alteraram alguns genes, que estudos laboratoriais haviam ligado à extensão da vida.

A seguir, eles querem testar se existem formas seguras de usar medicamentos que bloqueiem a atividade do hormônio do crescimento, de forma que possam proteger contra doenças do envelhecimento. Mas essa pesquisa vai levar anos para ser concluída.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Mudança de Hábitos Alimentares nas Crianças

Uma luta que os pais devem assumir.

Crianças acostumadas com uma dieta diária de açúcar e gordura podem mudar – e a boa notícia é que os pais podem ajudar a fazer com que a mudança seja menos dolorosa.

É tudo uma questão de equilíbrio. Freqüência e quantidade são fundamentais.

Enfatize a moderação. Ofereça “junk food” ocasionalmente - e não diariamente - e mantenha as porções bem pequenas.

- Eduque as crianças. Explique que você está fazendo uma mudança não para puni-los, mas ajudá-los a serem mais fortes e mais espertos.

- Introduza continuamente lanches saudáveis. Ao invés de balas, ofereça doçura sob a forma de um pedaço de fruta ou caixinhas de uva passa. Tente formas divertidas - como bolinhas de queijo cremoso com passas, ou frutas no palito.


- Faça versões caseiras de alimentos favoritos. Crie pizzas com trigo integral (para os celíacos, ver receita de pizza sem glúten aqui no blog), molho de tomate e mussarela de baixa gordura, ou cozinhe batatas chips -pincele fatias de batata com azeite de oliva, polvilhe com sal e asse no forno a 200º C por cerca de 15 minutos de cada lado.

- Não elimine os lanches. Crianças precisam deles para conservar a energia. Basta disponibilizar escolhas saudáveis quando você sabe que eles estão com fome, talvez com uma pequena porção de algo industrializado que eles apreciem.


- Livre-se do lixo. Se sacos grandes de batatas fritas e doces não estão na sua despensa, ninguém pode atacá-los.

- Envolva as crianças na preparação dos alimentos. Eles estarão mais propensos a experimentar novos alimentos se tiverem ajudado a selecionar receitas, escolher os ingredientes e cozinhar.

- Faça das refeições em família uma prioridade. Sirva proteína magra em abundância, frutas e legumes, bem como grãos integrais. Você estará dando um bom exemplo e reduzirá a tentação de comer ‘porcarias’.


- Ofereça recompensas não-alimentares. Suspenda o uso de ‘junk food’ como prêmio por bom comportamento.


Crianças cuja dieta é rica em alimentos processados podem ter um QI ligeiramente mais baixo na idade adulta, de acordo com um estudo britânico descrito como o maior do seu tipo.

O estudo de 14.000 pessoas nascidas no oeste da Inglaterra, em 1991 e 1992, monitorou a sua saúde e bem-estar com idades de três, quatro, sete e oito e meio anos.

Três padrões alimentares surgiram: um alto em gorduras e açúcar processados; uma dieta “'tradicional” rica em carnes e legumes; e uma dieta de “consciência com a saúde”, com muita fruta, salada e legumes, massas e arroz.

Das 4000 crianças, para as quais havia dados completos, houve uma diferença significativa no QI entre aquelas que tinham uma dieta “processada”, e as com uma dieta de “consciência com a saúde”.

Os 20% das crianças que comeram mais alimentos processados, apresentou uma média de QI de 101 pontos, contra 106 para os 20% que comiam mais alimentos saudáveis.

Segundo os autores da pesquisa, embora seja uma diferença pequena, pode torná-los menos capazes de lidar com a educação, menos capazes de lidar com algumas coisas da vida.

A associação entre QI e nutrição é fortemente debatida, porque pode ser distorcida por vários fatores. Os pesquisadores dizem ter tomado o cuidado de filtrar tais fatores que poderiam confundir o resultado do trabalho científico.


O artigo aparece no Jornal de Epidemiologia e Saúde Comunitária (Journal of Epidemiology and Community Health), publicado pela Associação Médica Britânica.

Embalagem de Presente Elegante

Uma ideia simples e elegante para embalar um presente.
Siga o tutorial, passo a passo.
clique abaixo para ver...

quinta-feira, 24 de março de 2011

Figos ao Creme de Baunilha

Essas tortinhas deliciosas são servidas quentes, saídas do forno.
Uma sobremesa para servir e fazer sucesso!

Ingredientes (para 4 porções)
  • ⅔ xíc. de açúcar refinado, e mais um pouco para polvilhar
  • 5 figos grandes
  • 4 ovos
  • ¼ xíc. de farinha de arroz
  • 1½ colher (chá) de extrato de baunilha
  • 160 ml de leite
  • 160 ml de creme de leite
  • Creme de leite fresco para servir

Como Fazer

Pré-aqueça o forno a 200º C. Unte 4 cumbuquinhas (que possam ir ao forno) e polvilhe com um pouco de açúcar.

Corte cada figo em 4 fatias e reserve para dividir entre os pratinhos individuais.

Bata os ovos e o açúcar dentro de uma vasilha, até ficar claro e espumoso. Vá batendo à medida que adiciona a farinha e a baunilha, o leite e o creme de leite.

Transfira o creme para uma jarra e distribua dentro das cumbuquinhas. Cubra com as fatias de figo.
Asse por 30-40 minutos ou até dourar e inchar.
Polvilhe com açúcar (e canela em pó se quiser) e sirva com creme de leite fresco (nata).

Mais sugestões para servir figos frescos:

1. Disponha folhas de rúculas num prato e cubra com figos grelhados cortados ao meio. Espalhe pedaços de queijo gorgonzola e cubra com fatias finas de presunto serrano. Em uma tigela pequena, misture vinagre de vinho tinto, azeite extra-virgem, uma colherada de mostarda Dijon, sal e pimenta. Regue os figos com o molho.

2. Numa tigela, combine figos cortados em 4 partes com morangos cortados ao meio, e adicione um pouco de suco de limão. Misture delicadamente. Em outra tigela, misture quantidades iguais de açúcar mascavo, amêndoas, farinha de arroz, manteiga picada e biscoitos esmagados. Coloque as frutas num prato refratário e polvilhe com a cobertura. Asse em forno quente até ficar dourado e borbulhante. Sirva com sorvete de creme.

3. Mergulhe figos, cortados ao meio,em açúcar mascavo e coloque numa grelha quente, a parte cortada voltada para baixo, até caramelizar. Mergulhe pedaços de abacaxi descascado no açúcar mascavo e grelhe até dourar. Sirva as frutas com um fiozinho de leite de coco e polvilhe com coco ralado.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Casadinhos de Merengue

Ingredientes

  • 1 1/2 colheres (chá) de pó de café (forte)
  • 1/2 xíc. (100g) de açúcar refinado
  • 2 claras de ovo
  • 1/4 colher (chá) de cremor de tártaro
  • 50 g de chocolate amargo, derretido
  • creme de leite fresco, para servir
Como Fazer

Pré-aqueça o forno a 100°C.
Forre um tabuleiro ou fôrma rasa de forno com papel manteiga.

Peneire o café com uma peneira fina para formar um pó.
Misture o café e o açúcar numa tigela.

Use uma batedeira para bater as claras (numa tigela limpa e seca) até formar picos moles.
Aos poucos, adicione o açúcar, 1 colher de cada vez, batendo bem entre cada adição, até o merengue ficar espesso e brilhante, e o açúcar completamente dissolvido.
Adicione o cremor de tártaro e bata até misturar.

Coloque em um saco de confeitar equipado com um bico de 1cm de diâmetro. Faça merengues arredondados de 3 cm, sobre o tabuleiro forrado.

Asse por 30 minutos ou até os merengues estarem secos ao toque.
Desligue o forno e deixe os merengues dentro, com a porta entreaberta, para esfriar completamente.

Use uma espátula pequena para espalhar um pouco de chocolate derretido na base de cada merengue.
Coloque sobre uma grelha e deixe descansar por 30 minutos ou até endurecer.
Espalhe um pouco de creme de leite (levemente batido) sobre a base de um merengue. Forme um sanduíche com outro merengue. Repita a operação com os demais merenguinhos. Sirva imediatamente. (Faz cerca de 20 casadinhos de merengue).

terça-feira, 22 de março de 2011

Como a Má Postura Afeta Sua Coluna

A maioria das pessoas que trabalha sentada o dia inteiro no escritório, principalmente na frente do computador, reclama de dor nas costas.

A triste verdade é que a postura, bem como o tempo em que passamos sentados no trabalho vem nos causando todo o tipo de problemas.

Na verdade, alguns especialistas afirmam que, se você levantar de sua escrivaninha e andar um pouco a cada 20 minutos, provavelmente vai ajudar mais o seu corpo do que uma sessão de 45 minutos de ginástica.

“A partir da perspectiva de doenças cardiovasculares e síndrome metabólica, seus resultados serão significativamente melhores'', diz o “personal trainer”, Jamie Atlas, de Denver.

'Você pode achar que está justificando seu sedentarismo diário indo para a academia. Mas o seu corpo vai se beneficiar mais se você levantar e se movimentar. Mesmo fazendo coisas como ficar de pé quando você está tentando planejar reuniões, ou atravessar a sala para falar com alguém, pode ajudar a manter o corpo acordado.

Ao passear por um escritório, Jamie Atlas muitas vezes pode predizer doenças físicas só de olhar como alguém se senta à mesa. E, às vezes, uma tentativa de boa postura só contribui para o problema.

''Somos ensinados a sentar-nos eretos, mas a maioria das pessoas se senta para frente em sua cadeira, inclinando-se para a tela do computador'', afirma Rick Olderman, autor de Fixing You: Shoulder and Elbow Pain. O resultado, diz ele, é dor lombar e nos ombros.

Uma resposta: posicione a cadeira numa altura inferior para permitir que seus joelhos se alinhem com os quadris e escorregue para trás na cadeira até sua coluna entrar em contato com o encosto.

Há uma infinidade de problemas causados apenas por trabalhar numa escrivaninha. A maioria das pessoas inconscientemente sucumbe a uma ou mais das três posições que podem provocar lesões que vão desde a lombar, até problemas da síndrome do túnel do carpo.
Cada uma dessas posições ocasiona problemas específicos ao usuário.

A primeira posição errada é a do ‘relaxado’: senta-se caído, os quadris para frente, a metade das costas encostada no encosto da cadeira.
Consequências? Dores lombares e má digestão.

A segunda é a do ‘viciado em computador’: debruçado sobre o teclado, a cabeça inclinada para o monitor, os ombros quase alcançando os lóbulos das orelhas.

O ‘viciado em computador’ coloca uma enorme tensão sobre os músculos da parte superior das costas e pescoço - os mesmos músculos que ajudam a apoiar a cabeça. Nesta posição, os músculos peitorais se comprimem, os ombros se voltam para frente, os antebraços sofrem rotação para dentro e os pulsos se dobram, o que contribui para os problemas do túnel do carpo e dor no pescoço.
Imagine: para cada centímetro que a cabeça fica à frente da coluna, se agrega cerca de 4,5 kg para a carga que os músculos do pescoço devem suportar.

A terceira posição é o dos ‘designers’, muito adotado pelos designers gráficos, que se inclinam ligeiramente em direção à mão que segura o mouse. Seu tronco fica imóvel, exceto pelo movimento sutil e esporádico da mão no mouse.

A posição dos ‘designers’ encurta os músculos de um lado da coluna lombar (cintura) e alonga os músculos do outro lado. A posição encoraja a pessoa a sentar-se fora do centro, o que torna difícil para os músculos se endireitar quando ela fica em pé. O resultado: dor no meio das costas.
A resposta? Alongar-se, levantar e caminhar.


alongamento no escritório

segunda-feira, 21 de março de 2011

Torta-Merengue de Limão


Para a Massa
- 1 xíc. (150g) de farinha de arroz
- 1/2 xíc. (75g) de farinha de milho fina
- 1/2 xíc. (60g) de farinha de amêndoas
- 1 colher (chá) de farinha de linhaça dourada
- 1/4 xíc. (55g) de açúcar refinado
- 160 g de margarina culinária, picada
- 2-3 colheres (sopa) água gelada

Para o Recheio
- 1 xíc. (220g) de açúcar refinado
- 1/2 xíc. (75g) de farinha de milho
- 1/2 xíc. (125ml) de suco de limão
- 1 ¼ xíc. (310ml) de água
- 2 colheres (chá) de casca de limão ralada
- 3 gemas de ovo
- 60 g de margarina culinária

Para a Cobertura de Merengue
- 3 claras de ovo
- 1 pitada de creme de leite fresco
- 1/2 xíc. (100g) de açúcar refinado

Como Fazer

Para fazer a massa, coloque as farinhas de arroz, de milho, de amêndoas, de linhaça, o açúcar e espalhe a manteiga picada numa vasilha e bata na batedeira ou processador de alimentos, até obter uma farofa fina.
Com a batedeira ligada, gradualmente acrescente a água gelada até que a mistura ficar apenas unida.

Vire a mistura sobre uma superfície de trabalho limpa e molde na forma de um disco.
Cubra com filme plástico e leve à geladeira por 30 minutos para descansar.
Coloque a massa entre duas folhas de papel manteiga e use um rolo para formar um disco de três centímetros de espessura.

Forre a base e as laterais de uma fôrma de torta redonda (25 cm, fundo removível) com a massa.
Leve à geladeira por 30 minutos.

Pré-aqueça o forno a 200° C.
Forre a massa com papel manteiga e cubra com grãos de feijão para a massa não crescer.
Asse no forno por 10 minutos.
Retire o papel e os pesos e asse por mais 15 minutos ou até dourar.
Retire do forno e deixe esfriar completamente.

Enquanto isso, para fazer o recheio, misture o açúcar e a farinha de milho em uma panela de tamanho médio. Aos poucos, adicione o suco de limão e água, mexendo continuamente até obter uma massa lisa.
Leve a panela em fogo médio e cozinhe, mexendo durante 3-4 minutos ou até ferver e engrossar.
Reduza o fogo e cozinhe, mexendo, por 30 segundos.
Retire do fogo. Adicione a casca de limão, as gemas e a margarina.
Continue mexendo até que a margarina derreta e fique tudo bem misturado.
Retire do fogo e deixe esfriar.

Para fazer a cobertura de merengue, utilize uma batedeira para bater as claras, numa tigela limpa e seca, até formar picos moles.
Aos poucos, adicione o creme de leite e o açúcar.
Continue batendo até que o açúcar se dissolva.

Reduza a temperatura do forno para 180° C.
Como uma colher, disponha o recheio de limão sobre a massa de torta preparada.
Cubra com o merengue. Asse no forno por 5 minutos, ou até o merengue ficar levemente dourado.
Deixe descansar por 5 minutos antes de servir.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Repolho e Cenouras ao Forno


Qualquer legume levado ao forno, ou grelha, é um acompanhamento fantástico para uma carne. Embora seja mais comum ver o repolho preparado cozido na água, refogado ou servido cru em saladas, ele fica muito saboroso se assado no forno.
Esse prato acompanha muito bem um churrasco, ou qualquer carne grelhada.

Ingredientes
- cenouras
- repolho branco
- repolho roxo
- ramos de alecrim
- sal e pimenta-do-reino
- azeite de oliva, ou óleo, para pincelar
- vinagre balsâmico

Como Fazer

Escolha cenouras mais novas, que são mais macias. Lave bem, corte ao meio, no sentido longitudinal.


Unte com azeite e tempere com sal, pimenta moída na hora e alecrim fresco.


Retire as folhas externas machucadas dos repolhos roxo e branco, corte em cunhas. Pincele toda a parte externa do repolho com azeite e tempere com sal e pimenta a gosto.



Forre uma fôrma retangular com papel mateiga e disponha os legumes para serem assados.
Leve ao forno médio por cerca de 30 minutos, ou até ficarem macios e bem tostados.

Sirva como acompanhamento de carnes.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Como Acabar Com a ‘Barriguinha Inchada’

Adquirir hábitos alimentares saudáveis pode ajudar a prevenir a sensação de inchaço no estômago.

Você já teve aquela sensação de inchaço, que acrescenta vários centímetros de circunferência à cintura? O motivo não está nos quilos extras, mas na retenção de líquidos e na má digestão, fatores que podem ser evitados para se conseguir uma barriga lisinha.

Dicas para evitar a barriga inchada:

Mastigue bem. Desse modo o alimento chega ao estômago mais desmanchado, e também é produzida uma enzima que melhora a digestão.

Coma devagar. Fazendo isso você evita engolir ar, o que resulta em inchaço.

A água é fundamental. Beba pelo menos dois litros de água por dia entre as refeições, o que ajuda a melhorar a função renal e carrega consigo as toxinas. Se você está inchado, evite também os refrigerantes (bebidas gasosas em geral).

Cuidado com a fibra. É uma excelente aliada ao funcionamento do intestino, mas cuidado com certos alimentos muito ricos em fibras, como os cereais, que podem causar flatulência (isso também se aplica se à alface). Se você precisa consumir fibras para ir ao banheiro regularmente, utilize sua forma solúvel, como sucos de frutas, por exemplo.

Ao cozinhar... Os legumes são mais digeríveis ao serem deixados de molho por pelo menos uma noite e se são cozidos lentamente.

'Stop' aos gases. Se tiver problemas de gases, você pode combatê-los com cápsulas naturais de erva-doce ou carvão ativado, ou com infusões de hortelã ou camomila.

Calendário feminino. Nos dias que antecedem a menstruação, se produz uma importante retenção de líquidos. Para combatê-la, beba ao menos dois litros de água por dia, o que ajudará a eliminar toxinas, e evite os diuréticos, que podem provocar a perda de micronutrientes importantes para a saúde.

Sal na medida certa. Evite ingerir muito sal e alimentos ricos nele. O sódio do sal interrompe o mecanismo que remove a água das células, causando a sensação familiar de inchaço.

Em forma. O exercício regular ajuda a melhorar o trânsito intestinal, bem como a remover o excesso de líquidos.

Fora estresse! - Ele também afeta o processo digestivo e pode influir no aparecimento da barriga inchada.

terça-feira, 15 de março de 2011

Refrigerantes e a Pressão Alta

Bebidas açucaradas ligadas à pressão arterial elevada

É de conhecimento geral que o sal em excesso é prejudicial à saúde, principalmente para as pessoas que sofrem de hipertensão. Mas você sabia que o açúcar em excesso pode constituir o mesmo fator de risco?

Pesquisadores ligaram o consumo de bebidas açucaradas, como refrigerantes de cola e sucos de frutas industrializados, com o aumento da pressão arterial. Os cientistas dizem que suas descobertas sugerem que a redução tanto do consumo de açúcar como o de sal poderia reduzir o risco de pressão alta.

A pressão arterial elevada, ou hipertensão, é um importante fator de risco para doenças do coração, que é a principal causa de morte no mundo.

Em um estudo com mais de 2500 pessoas nos Estados Unidos e Grã-Bretanha, os pesquisadores descobriram que, para cada lata de bebida açucarada extra consumida por dia, os participantes tinham maior pressão arterial sistólica de, em média, 1,6 mmHg, e uma pressão diastólica superior a uma média de 0,8 mmHg.

Essa diferença foi significativa mesmo após ajustes para fatores como peso e altura, descreveram os cientistas em um estudo na revista ‘Hypertension’.

A pressão arterial está no seu ápice quando o coração bate, bombeando o sangue. Isso é chamado de pressão sistólica. Entre as batidas, quando o coração está em repouso, a pressão arterial cai. Essa é a pressão diastólica.

Os especialistas dizem que alguém com um nível de pressão arterial em milímetros de mercúrio (mmHg) de 135 sistólica por 85 diastólica é duas vezes mais propenso a ter um ataque cardíaco ou um acidente vascular cerebral que alguém com uma leitura de 115 por 75.

Nesse estudo, a ligação entre bebidas açucaradas e pressão arterial mais elevada foi especialmente forte nas pessoas que comeram uma grande quantidade de sal e açúcar, disseram os pesquisadores, apoiando os resultados de longa data de que a ingestão elevada de sal pode levar à pressão alta.

"É amplamente conhecido que se você tem uma dieta com muito sal, terá mais chances de desenvolver pressão alta. Os resultados deste estudo sugerem que as pessoas também devem ter cuidado com a quantidade de açúcar que consomem”, disse Paul Elliott , do Imperial College de Londres, que trabalhou no estudo.

Os pesquisadores analisaram dados de 2.696 voluntários com idades entre 40 e 59 anos, em oito regiões dos Estados Unidos e em duas regiões da Grã-Bretanha.

Durante um período médio de três semanas, os voluntários foram convidados quatro vezes para relatar o que haviam comido nas últimas 24 horas, bem como dando amostras de urina e tendo sua pressão arterial medida.

Os pesquisadores também descobriram que pessoas que consomem mais bebidas açucaradas tendem a ter dietas menos saudáveis em geral. Além de comer mais açúcar, as pessoas que bebiam mais de uma bebida açucarada ao dia, consumiam mais calorias, em média, bem como menos fibras e minerais.

Aquelas que não bebem bebidas açucaradas tinham um menor índice de massa corporal (IMC), em média, do que aquelas que bebiam mais de uma bebida por dia.

Em comunicado, a American Beverage Association (ABA), disse que as diferenças de pressão arterial observadas no estudo foram "inconseqüentes", e que o estudo não poderia provar uma relação causa-efeito.

Ian Brown, outro pesquisador do Imperial College, que trabalhou com Elliott e colegas dos EUA concordou que não foi possível estabelecer relações causais, porque era um estudo populacional. "Não podemos dizer definitivamente que as bebidas açucaradas elevam a pressão arterial, mas é um pedaço da prova em um quebra-cabeças que precisa ser concluído", disse Brown em um comunicado.

"Enquanto isso, aconselhamos às pessoas que querem consumir bebidas adoçadas com açúcar, que o façam com moderação", disse ele.

Espaguete com Espinafre e Gorgonzola


Uma massa de preparo rápido, e com a combinação perfeita de queijo e espinafre.

Ingredientes

- 500 g de macarrão de arroz (tipo espaguete)
- 1 maço de espinafre
- 2 dentes de alho
- ½ pimentão amarelo
- 300 g de queijo gorgonzola (sem glúten)
- sal e pimenta
- óleo de canola

Como Fazer

Separe as folhas de espinafre, lave e cozinhe em água fervente, com 1 colher (sopa) de vinagre, até as folhas ficarem macias. Escorra bem, pique o espinafre e reserve.

Descasque e pique o alho.

Corte o pimentão em tiras finas.

Cozinhe o espaguete e reserve.

Enquanto isso, em uma frigideira funda, ou wok, aqueça um pouco de óleo e frite o alho picado até dourar.


Junte o pimentão amarelo (para dar um colorido ao prato), mexendo por uns 2 min.
Acrescente o espinafre e refogue por mais 2 min.


Por fim, junte o queijo gorgonzola esmigalhado, tempere com sal e pimenta a gosto.


Junte o espaguete já cozido, misture com cuidado e sirva em seguida.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Batatinhas de Aperitivo


Ingredientes

- 1 kg de batatinhas (baby) lavadas
- 4 colheres (sopa) de azeite de oliva
- 2 ½ colheres (sopa) de missô (pasta de soja)
- 2 ½ colheres (sopa) de vinagre de arroz
- 1 colher (sopa) de açúcar
- 3 colheres (sopa) de limão
- ½ xíc. de salsinha picada

Como Fazer

Fure suavemente as batatinhas com um garfo e cozinhe- na água (ou no vapor) até ficarem macias.

Enquanto isso prepare o tempero: em uma vasilha de tamanho médio, junte o azeite, o missô, o vinagre, o açúcar, o limão e a salsinha. Misture tudo muito bem, até virar um molho homogêneo.

Escorra bem as batatinhas, coloque em uma vasilha, tempere com o molho e espere esfriar. Guarde na geladeira, bem tampado, de um dia para o outro. Sirva como aperitivo ou acompanhamento de uma refeição.

sábado, 12 de março de 2011

'Galette' de Salmão


Fatias de salmão defumado recheadas com um creme suave. Um prato de aparência sofisticada, mas não tão difícil de preparar. Uma boa idéia para a Páscoa que está próxima.

Ingredientes

Para a Galette

- 400 g de salmão defumado
- ½ pepino, ralado
- 5 rabanetes, ralados
- 2 colheres (sobremesa) de cebolinha picada
- 10 g de folha de gelatina sem sabor
- 125 ml de caldo de galinha ou legumes, quente
- 200 g de queijo cremoso (cream cheese)*
- 125 ml de maionese
- 125 ml de nata, levemente batida
- suco de ½ limão

*em caso de consumir queijos industrializados, leia o rótulo para checar se contém ou não glúten; se não faça as devidas substituições.

Para a Salada de Rúcula

- 1 maço de rúcula, lavado
- 1 xíc. de tomates cereja, lavados e cortados ao meio
- ½ pepino, lavado e ralado
- 1 colher (sobremesa) de cebolinha, picada
- 50 g de pinoles torrados
- 2 limões cortados em fatias
- azeite de oliva

Como Fazer

Forre uma fôrma de pão de 400g com filme plástico, e então disponha alinhado, no fundo e laterais, o salmão defumado, sobrepondo as bordas, para que sobre o bastante para cobrir o topo com o salmão.Reserve algumas fatias de salmão no caso de ser necessário para a cobertura e pique o restante para adicionar ao recheio.

Prepare o pepino, rabanete e cebolinha e seque bem com papel toalha.

Prepare a folha de gelatina: Deixe de molho na água fria e depois de uns 5 minutos, retire da água e dissolva ela numa panela com 3 colheres (sopa) de caldo de galinha.

Misture delicadamente o queijo cremoso para amaciá-lo e então, gradualmente, acrescente a maionese e continue a misturar lentamente. Acrescente o restante do caldo à mistura de gelatina, depois bata esta com mistura de queijo.

Junte o pepino, rabanete, cebolinha e salmão picado.
Tempere com sal, pimenta e suco de limão.
Misture a nata levemente batida, e despeje a mistura na fôrma preparada.

Dobre as fatias de salmão sobrepostas para cobrir a ‘galette’ completamente, e por fim, leve à geladeira para solidificar.

Enquanto isso prepare os ingredientes da salada, e junte tudo, exceto pelo limão. Tempere a salada com um pouco de azeite de oliva e suco de limão.

Na hora de servir, fatie a galette, e arrume nos pratos individuais, juntamente com a salada. Enfeite com as fatias de limão.

O acompanhamento pode ser fatias de pão caseiro ou arroz branco.

Soluções Caseiras Para Pequenos Males

Resfriado, má digestão, ressaca... A solução pode estar na sua despensa!

Muitas vezes, quando se trata das pequenas dores, não faz mal dar uma espiada na geladeira ou nos armários da cozinha antes de recorrer à farmácia.

É de conhecimento geral que os alimentos têm uma relação direta com nossa saúde. E não é coincidência que, há séculos, determinados produtos e preparos da culinária são usados como antídoto para doenças, ou ‘dores menores’, com bons resultados.

Vamos ver alguns exemplos?

Infusões e Decocções

As infusões são feitas deixando a folhas e as frutas uns minutos em água quente antes de bebê-las, enquanto que as decocções são feitas deixando-se ferver as raízes, sementes, frutas ou talos na água durante alguns minutos.

- Infusão de sálvia com mel: suaviza a garganta irritada.

- Infusão de nardo (Polianthes tuberosa): perfeita para a má digestão.

- Infusão de erva-cidreira, camomila e tomilho: assim como a anterior, também é ótima para aplacar a má digestão.

- Decocção de tomilho e raiz de gengibre: um ramo de tomilho e um pedacinho de gengibre (2-3 cm) ajudam a suavizar os sintomas do resfriado.


- Chá verde: em infusão, ajuda no emagrecimento, melhora o metabolismo das gorduras, é antiinflamatório e diminui o colesterol ruim, entre muitas outras qualidades.

Receita para combater os sintomas do resfriado:


Ingredientes

- raiz de gengibre
- pau-de-canela
- pimenta da Jamaica
- casca de laranja
- suco de laranja
- ½ maçã
- mel
- rum (opcional)

Como Fazer

Cozinhar o gengibre, picado grosseiramente, com a canela, a pimenta da Jamaica, a casca de laranja e a maçã. Cozinhar por uns 7 minutos, servir numa xícara com o suco de laranja, mel e um pouco de rum.

Variação 1: adicionar ao cozimento uma tangerina cortada ao meio.

Variação 2: uma infusão ou chá, adicionando-se suco de laranja ou gotas de limão, mel e gengibre ralado. Obs.: essa é a infusão mais simples para aliviar os sintomas de um resfriado ou rinite alérgica. É uma delícia de se beber, mesmo sem resfriado, pois é ótimo para os sistemas respiratório e digestivo.

Mais algumas sugestões ‘reconfortantes’:

- Caldo de galinha com um raminho de tomilho;
- Para eliminar o catarro, uma sopa de alho com tomilho;
- Caldo de peixe (hondashi) e gengibre ralado;
- Caldo de alcachofras, e acelga com cebola: este caldo depurativo é uma maravilha para uma manhã de ressaca.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Alimentos que Ajudam na Limpeza do Organismo

Escolha os alimentos mais adequados para desintoxicar-se depois de um feriado prolongado, com muitos excessos à mesa.

O consumo elevado de álcool e comidinhas hipercalóricas são algumas das conseqüências da alimentação irregular dos feriados.
Tudo isso envolve uma série de desequilíbrios nutricionais. E é por isso que, começando o ano (de verdade) em março, precisamos voltar aos bons hábitos, e de forma racional.
Muita gente quer perder em poucos dias o peso ganho, submetendo-se a dietas radicais que, na verdade, resultam simplesmente no temido ‘efeito sanfona’.
O que fazer, então?

Para começar, preste atenção nesses conselhos, e na lista de alimentos ‘amigos’ do organismo para depurar e desintoxicar nosso organismo, depois de tanta comilança:

Na hora de perder peso, é fundamental visitar um médico especialista, para que esse faça um estudo das necessidades alimentares individuais e, posteriormente, desenvolva uma dieta específica para cada pessoa. É que, de acordo com a idade, medidas corporais, distribuição dos músculos, gordura, água, e o sexo, se têm necessidades diferentes: não podem comer da mesma forma, por exemplo, uma mulher grávida e um atleta jovem.

Devemos acrescentar que, para manter uma dieta equilibrada, não é preciso comer menos, mas melhor. O que não podemos fazer, de forma alguma, é pular algumas das refeições diárias.

Também é importante não tornar-se obcecado, não ficar se pesando a todo o momento, e não ter a pretensão de perder esses quilos a mais em uma ou duas semanas, pois o que não se deve perder nunca é a saúde, pois o objetivo é sim melhorá-la.

Dentro do amplo espectro dos alimentos, há os que atuam diretamente na nossa saúde, melhorando-a especialmente, e entre eles temos:

- Couve, couve-flor, brócolis, couve de Bruxelas: há séculos que essas chamadas plantas crucíferas são usadas para depurar e desintoxicar o organismo. Elas têm uma elevada concentração de cálcio e fibras, ideal para um bom funcionamento intestinal, bem como para prevenir a hipertensão.


- Agrião: é uma excelente fonte de minerais, beta-caroteno e vitaminas C e E. A maneira mais eficaz é a mistura deles em um suco.


- Alcachofra: diurética, aumenta o fluxo de urina, favorece a desintoxicação hepática, atenuando o impacto das toxinas sobre este órgão.


- Salsa: é erva medicinal, rica em vitamina C, cálcio, ferro e antioxidantes.


- Aipo: ajuda a diminuir o ácido úrico e os resíduos tóxicos, tem um efeito protetor sobre o aparelho urinário e um elevado teor em fibra, útil para acelerar o trânsito intestinal.


- As frutas cítricas: laranja, toranja, limão, tangerina - são a primeira defesa contra o ataque dos radicais livres, pois eles protegem contra a oxidação das lipoproteínas. Além disso, regulam os níveis de glicose no sangue e atuam na redução da gordura corporal.


- Azeite de oliva extra-virgem: é antioxidante, reduz o colesterol ruim e o açúcar no sangue.


- O alho e a cebola: são alimentos ricos em princípios ativos antioxidantes, ajudam a reduzir o colesterol e os triglicerídeos. Além disso, o alho é um purificador muito poderoso. Limpa os intestinos, depura o sangue e renova todo o sistema interno.

- Os peixes de águas frias: transportam grandes quantidades de Ômega 3, melhoram a produção de energia do coração, melhoram a sensibilidade à insulina e o metabolismo da glicose.


- Os legumes e os cereais integrais: graças à sua concentração de fibras, ajudam a combater a obesidade, já que reduzem a absorção de gorduras e açúcares. Além disso, algumas fibras absorvem a água, produzindo uma sensação de saciedade.


A grande importância do exercício físico

Além de cuidar da alimentação, é conveniente, inclusive indispensável, fazer algum exercício físico. Entre todos os exercícios, ou esportes que podem ser escolhidos, nadar ou caminhar a passo rápido poderiam ser duas opções perfeitas para começar.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails