sexta-feira, 13 de agosto de 2010

O Alzheimer Digital

I- Quando Sua Memória é Afetada aos 30
II- Excesso de Trabalho Ligado à Perda de Memória

Especialistas dizem que mais e mais trabalhadores entre 20 e 30 anos de idade sofrem de esquecimento devido à enxurrada de informação que os atinge no local de trabalho, e sua crescente dependência dos serviços digitais.

Alguns procuram tratamento nos hospitais, quando os sintomas pioram. Médicos até tem um nome para isso: Alzheimer Digital, uma condição que agora afeta os cidadãos modernos, como a enxaqueca ou a insônia.


leia a matéria completa...

Peter entrou em apuros muitas vezes na empresa de construção em que trabalha, por esquecer assuntos importantes. Uns dias atrás, o homem de 32 anos estava encrencado com o chefe de novo. Quando o superior o questionou sobre um projeto em particular, o jovem disse, “Eu fiz parte desse projeto?” Acontece que ele tinha participado. Depois de esquecer seu telefone celular, ou a carteira no ônibus ou no escritório várias vezes, ele agora carrega uma bolsa pequena para guardar seus pertences.


Especialistas dizem que mais e mais trabalhadores entre 20 e 30 anos de idade sofrem de esquecimento devido à enxurrada de informação que os atinge no local de trabalho, e sua crescente dependência dos serviços digitais.

Alguns procuram tratamento nos hospitais, quando os sintomas pioram. Médicos até tem um nome para isso: Alzheimer Digital, uma condição que agora afeta os cidadãos modernos, como a enxaqueca ou a insônia.

Muito Jovem Para Esquecer?

Lee, um advogado de 31 anos, é generosamente equipado com dispositivos digitais. Ele administra sua agenda com um telefone celular de terceira geração com acesso à internet sem fio e um PDA, já que muito de seu trabalho é complicado.

Ainda assim, Lee diz que é mais provável esquecer as coisas agora, do que nos dias em que só anotava seus compromissos numa agenda comum.

“Recentemente, fui para casa me sentindo entorpecido com o estresse do trabalho, e me vi na frente de minha antiga casa”, lembra-se ele. Lee foi até um hospital, mas o médico disse que não havia nada de errado com ele fisicamente e recomendou descanso.

Um médico que trabalha num grande hospital universitário diz, “Não há estatísticas, mas o número de trabalhadores jovens que visitam hospitais para se aconselharem sobre esquecimento está definitivamente aumentando.”

O Prof. Na Duk-lyul, do Departmento de Neurologia do Centro Médico Samsung, concorda. Sintomas, ele diz, se originam de fatores ambientais, como o uso de dispositivos digitais, e não de alguma desordem cerebral.


Yoon Young-suk, o chefe do Centro de Medicina Oriental Choonwondang, tem visto dezenas de pessoas com esquecimento, e a maioria é jovem.

Numa pesquisa recente feita pelo portal de busca de emprego ‘Incruit’ e a empresa de pesquisa ‘Embrain’, de 2.030 funcionários de escritório, uns 63%, ou 1.281 disseram sofrer de esquecimento. Mais de 60% dos trabalhadores entre 20 e 30 anos disseram ser esquecidos. Perguntados sobre o que causa o esquecimento, 20.4%, ou 261 entrevistados citaram um ambiente cheio de dispositivos digitais para que as pessoas não precisem lembrar-se das coisas.

Ameaça à Memória

Muitos fatores desempenham um papel no esquecimento dos jovens. Os especialistas culpam o estresse do excesso de informação. Quando está sobrecarregado de informação, ou as pessoas sofrem de ansiedade e pressão mental, o cérebro pode parar de funcionar direito. Depressão, uma doença mental generalizada na sociedade moderna, é outra causa do esquecimento.

O Prof. Yeon Byeong-kil, do Centro Médicode Hallym diz, “Pessoas com depressão tendem a esquecer porque se tornam indiferentes às circunstâncias, e seu pensamento se desacelera."

Dispositivos digitais significam que as pessoas não fazem tanto esforço para memorizar as coisas como faziam no passado, por causa da variedade de ‘gadgets’ que armazenam informação para elas.

Acesso frequente à internet é outra causa para o enfraquecimento da memória. ‘Gadgets’ de alta tecnologia, como o Navigator, que são desenvolvidos para ajudar a memória das pessoas, na verdade prejudica sua capacidade de lembrar-se das coisas.

“Pacientes que sofrem de esquecimento são diagnosticados como normais, porque quando fazem o teste no hospital, eles se concentram,” diz o Prof. Lee Dong-young, do Hospital Universitário de Seul. Mas na maioria dos casos, o Alzheimer Digital vem da falta de atenção, devido às fontes de informação dispersas.”

"O Prof. Yoon Se-chang diz, "Como as pessoas confiam mais na pesquisa do que na memorização, a função do cérebro para pesquisar se desenvolve, mas a capacidade de memorização é reduzida. A dependência pesada nos dispositivos digitais diminui a capacidade de recordar.

II- Excesso de Trabalho Ligado à Perda de Memória


Longas horas de trabalho entre pessoas de meia-idade aumentam o risco de demência, incluindo o declínio da função cognitiva, segundo um estudo.

O trabalho divulgado no “American Journal of Epidemiology” pelo Instituto Finlandês de Saúde Ocupacional diz que 2.214 funcionários públicos britânicos de meia-idade participaram do estudo, que foi parte do estudo “Whitehall II.”

Quando comparados a funcionários com horário normal de trabalho (35-40/semana), os empregados que trabalhavam por muitas horas (mais de 55 horas/semana) e aqueles com uma duração média de trabalho semanal (40 horas) tiveram um desempenho pior num teste de vocabulário, já na base do estudo.

Indivíduos testados, em diferentes grupos com diferentes horas de trabalho semanais, fizeram cinco testes cognitivos diferentes, incluindo função cognitiva em curto prazo, um teste de vocabulário, e um teste de raciocínio cognitivo.

Quanto mais longas as horas de trabalho, menor o vocabulário e habilidades de raciocínio cognitivo, os resultados mostram.


A equipe disse que ainda não se sabe por que longas horas de trabalho têm efeitos adversos na função cognitiva, mas vários fatores podem contribuir para o processo, como por exemplo, o aumento dos problemas para dormir, depressão, estilo de vida pouco saudável e doenças cardiovasculares. Todos esses fatores juntos podem ter um efeito na função cerebral, que eventualmente é mostrado como um declínio na função cognitiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails