segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Ovos Cocotte com Bacon


O que você faz quando quer preparar um lanche ou uma refeição simples, com ingredientes básicos como ovos, queijo, pão de forma... Um sanduíche, uma omelete?
Para variar, que tal fazer ovos cocotte? É muito simples, basta seguir as instruções abaixo. E bom apetite!

Ingredientes (2 porções)

- 2 ovos
- 2 fatias de queijo
- 2 fatias de bacon
- 1 colher (sopa) de manteiga ou margarina
- 1 colher (sopa) farinha de arroz
- 1 xíc. de leite quente
- 2 fatias de pão
- salsinha picada

Como Fazer

Primeiro, ligue o forno em temperatura média. Unte 2 forminhas e reserve.


Corte o pão em quadrados.
Corte o bacon em cubos e refogue na frigideira.


Distribua o pão e o bacon frito nas cumbuquinhas.

Prepare o molho bechamel:
Em uma panela, derreta a manteiga, junte a farinha e misture bem.
Junte ao poucos o leite bem quente e não pare de mexer, para não formar grumos (use uma colher de pau, ou uma espátula de silicone), até o molho engrossar.
Se quiser, tempere com uma pitada de sal e pimenta.


Derrame o molho dentro das forminhas.


Quebre os ovos e coloque cuidadosamente, no centro das forminhas.
Corte o queijo em tirinhas, e distribua em volta da gema do ovo.
Tempere com pimenta-do-reino moída na hora e salsinha picada.


Leve ao forno por 10-15 min.
Sirva em seguida.



Um comentário:

  1. Caros leitores,

    Recebi uma mensagem (anônima) criticando a receita acima, pois pareceria conter glúten. Talvez tenha faltado esclarecer que o pão a ser utilizado deva ser SEM GLÚTEN. Para quem (ainda) não esteja habituado com receitas sem glúten, existem sim pães sem glúten, inclusive industrializados, e já postei algumas receitas muito boas neste blog de pães caseiros. Ou basta clicar nos links disponíveis neste blog, onde o interessado pode encontrar receitas maravilhosas e muito bem pesquisadas de pães de fôrma sem glúten, de blogs de várias partes do mundo.

    Ao contrário do que o leitor (anônimo) diz em sua mensagem, este não é um blog que “prega” saúde sem glúten, pois não se trata de uma religião ou uma obsessão evitar alimentos com glúten, mas sim uma necessidade de muitas pessoas.

    Finalmente, se este blog postar eventualmente receitas com glúten será sempre com um alerta aos leitores sobre as substituições necessárias. Entretanto, como não somos perfeitos, em casos de relapso, sei que posso contar com a ajuda dos leitores interessados e atentos, e sempre muito educados com os quais costumo ter o prazer de me comunicar.

    Como já comentei várias vezes, para quem tem intolerância ao glúten, não basta comprar ingredientes para seguir uma receita; cada rótulo deve ser cuidadosamente lido. Este hábito faz parte da rotina dos celíacos.

    Abraços a todos,
    Sam.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails