segunda-feira, 12 de abril de 2010

Laticínios - Iogurte

O iogurte é o produto da fermentação, natural ou artificial, do leite.

Na fabricação do iogurte o leite é homogeneizado, pasteurizado e inoculado com culturas de bactérias e mantido quente em uma incubadora, na qual a lactose transforma-se em ácido lático. É isso que dá ao iogurte sua consistência e sabor característicos.

É um excelente alimento, por possuir propriedades nutritivas e digestivas. Contém proteínas, gorduras e carboidratos, conservando as mesmas vitaminas e sais minerais do leite, mas é mais digestivo que este.

Além disso, o iogurte possui propriedades anti-sépticas e antibióticas.

Segundo o Dr. Pratt (Super Alimentos) o segredo do iogurte está na “sinergia de duas substâncias promotoras da saúde: prebióticos e probióticos.”

Os prebióticos, que também podem ser encontrados em legumes, vegetais e cereias, são fibras alimentares não digeríveis que auxiliam na boa digestão, inibem organismos patogênicos, bem como aumentam a absorção dos minerais.

Já os probióticos são microorganismos vivos que, se consumidos adequadamente, trazem benefícios à saúde. Fortalecem o sistema imunológico, prevenindo as infecções.

Estimulação imunológica do trato gastrointestinal

O trato gastrointestinal humano possui mais de 500 espécies de bactérias. Algumas são prejudiciais, mas muitas são úteis à saúde. Essas bactérias “amigas” realizam tarefas importantes como metabolizar carboidratos, sintetizar aminoácidos e a vitamina K, além de processar diversos nutrientes.

Combate às Alergias

Os probióticos aliviam a eczema atópica e a alergia ao leite. A falta da enzima para decompor a lactose (o açúcar do leite) faz com que algumas pessoas não possam consumir o leite. Os probióticos do iogurte digerem a lactose, ajudando a aliviar essa condição alérgica.O iogurte é um alimento muito recomendado para as pessoas com intolerância à lactose, por ser uma fonte importante do cálcio.

Outros Benefícios do Iogurte

Alivia os sintomas síndrome do intestino irritável.

Regula a pressão arterial: o potássio, combinado ao cálcio tem papel na normalização da pressão arterial.

Redução do colesterol: consuma iogurte desnatado, com bacilos vivo!

Úlceras: os probióticos ajudam a eliminar a bactéria Helicobacter pylori.

Diarréia: incluindo às associadas ao uso de antibióticos.

Prevenção e tratamento das infecções vaginais e do trato urinário.

Prevenção e tratamento da osteoporose na menopausa: o açúcar do iogurte ajuda na absorção do cálcio.


O iogurte contém culturas ativas vivas, proteína completa, cálcio, vitamina B2 e B12, potássio, magnésio e zinco.
continue lendo...


Dicas para o consumo do iogurte

Observe bem a data de validade: O iogurte industrializado deve ser consumido até 3 semanas após sua fabricação, pois depois disso começa a perder suas propriedades e inicia o processo de deterioração.

No mercado encontramos uma grande variedade de produtos, como natural, desnatado, com frutas, mel, geléias ou cereais.


Procure consumir iogurtes ricos em culturas ativas vivas (os chamados lactobacilos vivos). Quanto maior a variedade de bacilos, melhor!

Procure iogurtes com baixo teor de gordura (desnatados) e sem colorantes artificiais. Alerta! Alguns iogurtes com sabor de frutas podem conter até sete colheres de chá de açúcar por potinho!


Iogurtes com adição de vitamina D são excelentes, pois essa vitamina auxilia na fixação do cálcio.

Verifique a quantidade de proteína do soro, o que aumenta a viabilidade das bactérias probióticas.

O soro do iogurte não deve ser eliminado, pois tem proteínas de alto valor biológico.

Não guarde o iogurte em recipientes de vidro transparente, pois a luz destrói a vitamina B2 existente no produto.

Alguns iogurtes industrializados podem conter glúten - como aqueles com cereais - assim, quem sofre de sensibilidade ao glúten deve observar com cuidado os ingredientes do produto no rótulo, antes de consumí-lo.

Receita rápida de Iogurte Caseiro

Coloque 1 litro de leite integral numa leiteira perfeitamente limpa. Leve ao fogo e aqueça bem, mas sem deixar ferver. Retire e deixe amornar.
Coloque um potinho de iogurte natural numa tigela, junto com o soro, e bata bem. Adicione um pouco de leite morno e misture.
Despeje o restante do leite e torne a misturar. Cubra bem e conserve em lugar abrigado até que adquira consistência. Só então leve à geladeira.


Sirva o iogurte natural com: frutas vermelhas, banana, frutas secas (nozes, etc.), farinha de linhaça. Se você gosta de iogurte mais docinho, use mel ou geléia de frutas caseira.


Molho de Iogurte para Salada
Misture numa vasilha: 1 xícara de iogurte natural desnatado, 1 colher de sopa de maionese light, 1 colher de chá de mostarda, sal e pimenta-do reino moída na hora.

Fontes: Almanaque de Cozinha (Ed. Abril); Superalimentos (Pratt e Matthews)

4 comentários:

  1. nao sou muito fa de iogurte mas tent comer de vez em quando.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Acho que vale a pena tentar consumir mais iogurte (natural), principalmente pra nós mulheres, para prevenir a osteoporose.
    a iogurteira elétrica está na minha lista de desejos, rerê!
    bjs,
    Sam.

    ResponderExcluir
  3. tenho kefir aquele feito em casa.so que sinto muitas colicas entestinais...creio ser eles. sera?

    ResponderExcluir
  4. Caro anônimo,

    é quase impossível adivinhar a causa de uma dor, ou no seu caso, uma cólica intestinal, sem a ajuda de um profissional da saúde. É bom que você esteja preocupado, mas sugiro enfaticamente que procure um nutricionista de sua confiança, pois ele poderá encaminhá-lo, se for o caso a um especialista.

    obrigada pela visita,
    e boa sorte!
    abraço,
    Sam.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails