quarta-feira, 4 de março de 2009

Gelatina em pó não é recomendada para a dieta infantil

Uma das maiores preocupações de quem quer ter uma alimentação saudável hoje em dia, é o conteúdo dos alimentos industrializados. Excesso de açúcar, sódio, corantes, conservantes, gorduras, etc., preocupam a nós adultos, e também aos possíveis efeitos nocivos à saúde das crianças.

Depois de testes com iogurtes comprovarem uma dose excessiva de açúcar, agora é a vez da gelatina entrar para a “lista negra” da alimentação infantil.


Segundo avaliação da associação Pro Teste, no Brasil, nenhuma marca de gelatina em pó deveria ser consumida pelas crianças. As empresas justificam estar seguindo a legislação em vigor, o que não explica o uso de substâncias como o corante amarelo crepúsculo, que já foi banido na Inglaterra, por exemplo. Esse corante é suspeito de estar associado à hiperatividade infantil.


Mas o principal problema do consumo exagerado da gelatina está na quantidade de açúcar, na presença de adoçante em algumas marcas, e na quantidade mínima do colágeno no produto.


Eu comi muita gelatina quando era criança, acho que foi a primeira sobremesa que aprendi a fazer. E assim como outras guloseimas que as crianças e nós adultos adoramos, é difícil cortar do cardápio, mas é sempre bom servir com moderação, acompanhado de alimentos mais nutritivos e naturais.

Fonte: Folha de São Paulo, terça-feira, 3 de março de 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails